Publicidade
Início Blogueria 4 tendências tecnológicas da NRF 2022 aplicáveis ao varejo brasileiro

4 tendências tecnológicas da NRF 2022 aplicáveis ao varejo brasileiro

0
Publicidade

De uns anos para cá muito se discute sobre o cenário e o impacto que os negócios vêm sofrendo, sobretudo após o início da pandemia. As exigências de um ambiente cada vez mais digital e regado a novas tecnologias, principalmente para as empresas varejistas, é um sinal de atenção e um momento estratégico para olhar o planejamento com uma visão voltada para soluções que se relacionam profundamente com a boa experiência do consumidor.

O Brasil está totalmente alinhado com o que o mercado global espera e precisa, e a edição deste ano, da NRF, apontou para caminhos que, felizmente, já trilhamos há algum tempo. Por um lado, vivemos um futuro incerto devido a inúmeros fatores sanitários e econômicos, mas também, é exatamente por isso que o período exige que as empresas fiquem por dentro das novidades que possam ser empregadas, e na inovação que deve ser mantida em movimento. Quero então trazer os destaques que vi e que estão previstos como tendências para o varejo em 2022, e mais: podem e devem ser aplicados por aqui.

Self-Checkout

Há pouco tempo, o conceito de autoatendimento era visto por muitos aqui no Brasil, como algo distante, futurístico e restrito a poucas regiões, geralmente as mais desenvolvidas. E esse cenário, felizmente, tem sido desmistificado. O self-checkout foi uma das principais tendências que observei na NFR. A proposta é que o consumidor tenha uma experiência sem intervenções humanas, a começar sem a presença do operador de caixa.

Muitos são os benefícios dessa tendência que pretende crescer muito; a redução de custos e a diminuição no tempo de espera são alguns que podemos mensurar.

Reconhecimento facial e visão computacional

Em uma recente pesquisa realizada pelo Gartner, 24% das empresas aumentaram os seus investimentos em aplicações relacionadas a Inteligência Artificial (IA), mesmo com as adversidades da pandemia. Time is money, e o contexto de reconhecimento de imagem traz a automação completa que o varejo precisa. Durante a feira, tivemos um exemplo incrível do uso dessa tecnologia que veio para ficar. A Amazon apresentou soluções a fim de

agilizar os processos de vendas, como o grab and go (pegue e vá), o que reflete em mais comodidade para os consumidores, e uma experiência memorável aos clientes.

Mobilidade – Terminais Mobile

Mobilidade e praticidade são praticamente dados como sinônimos, como a gente pôde ver em várias tecnologias apresentadas durante a NRF. Os terminais mobile, por exemplo, são soluções muito procuradas pelos clientes aqui na empresa. Há a possibilidade de gerenciar o ponto de venda à distância e de qualquer lugar, o que é uma grande oportunidade para aqueles que buscam ter a gestão da base na palma da mão, independentemente

da capilaridade da operação. Esse tópico ressalta a importância do tempo nos dias atuais e o quanto essa otimização é sinônimo de preocupação dentro da gestão dos negócios.

Android x Windows

Um outro ponto importante que vimos é que o Android entrou para ficar no varejo. A migração de soluções Windows para o Android é um fato, e os benefícios são inúmeros. Por ser um sistema menos oneroso e que não requer muito processamento e memória, aos poucos os lojistas entendem que esta é uma solução compacta, leve e robusta que atende melhor qualquer tipo de negócio. No mercado global de POS desktop, em torno de 80% é

Windows e 20% Android, mas ainda no Brasil a migração para essa tecnologia está perto da marca dos 10%, o que mostra oportunidade no segmento, pois esse número tende a crescer diariamente nos próximos meses seguindo esta tendência global.

O ano de 2022 tem tudo para ser propício aos negócios do setor varejista, tanto os locais quanto os mundiais. Estes são apenas alguns pontos importantes que os lojistas brasileiros devem se atentar para estar em par com o consumo mundial. O modo como o mundo consome – em todos os aspectos do estilo de vida – mudou drasticamente, as expectativas já não são mais as mesmas como eram alguns meses atrás. Este ano a oportunidade continua batendo às portas de quem está caminhando junto a transformação. Com isso, deixo a pergunta: você já está de mãos dadas com ela? Se ainda não, minha dica é que você procure por um parceiro inovador e que esteja alinhado ao que sua demanda precisa. Mas não demore, como já sabemos: Time is money!

Edilson Gonçalves, gerente comercial da Gertec.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile