Serviços de SMS perdem bilhões para mensagens sociais

    1
    0

    Em 2011, as operadoras de telefonia móvel em todo o mundo deixaram de ganhar cerca US$ 13,9 bilhões com serviços de mensagens curtas de texto (SMS). Em 2010, a perda foi de US$ 8,7 bilhões. A estimativa é da empresa de pesquisa Ovum.

    De acordo com a Ovum, esse impacto negativo na receita resulta da popularização de serviços de mensagens sociais que competem com o SMS, como Facebook chat, Blackberry Messenger e WhatsApp.

    A expetativa dos analistas é que a proliferação de smartphones aumente ainda mais a ameaça para as receitas de SMS das operadoras, embora estas contabilizem ganhos com tráfego de dados móveis associados ao uso de mídia social.

    Por enquanto, essas perdas podem ser absorvidas pelas empresas de telecomunicações, conforme avaliam especialistas. Estimativas do Gartner apontam que em 2011 o mercado total de dados móveis cresceu 22,5%, para US$ 314,7 bilhões. Já a Machina Research prevê que as receitas totais de dados móveis podem atingir US$ 660 bilhões em 2020.

    O  negócio global de mensagens de texto, por sua vez,  gerou US$ 179,2 bilhões em receita para os provedores de serviços de celulares em 2010, segundo a Portio Research. Desse total, US$ 114,6 bilhões vieram de SMS. A empresa de pesquisa prevê que até 2015 as receitas das operadoras com SMS chegarão a US$ 159 bilhões.

    Apesar da ameaça para as receitas com SMS, a Ovum acredita que a forte presença das mensagens sociais deve ser encarada como uma oportunidade pelas operadoras. "Esta ameaça irá conduzir as empresas de telecomunicações a considerar fontes alternativas de receitas, tais como banda larga móvel. E agora que o mercado foi testado, as operadores já sabem quais tipos de serviço de mensagens funcionam", diz Neha Dharia, analista de consumo da Ovum e autora do relatório.

    A Ovum define mensagens sociais como toda mensagem que ocorre por meio de outras plataformas que não  SMS, MMS ou e-mail, e que esteja ligada a uma rede social ou incorpore componente social. Os players de mensagens sociais incluem aplicativos móveis, redes sociais móveis e mesmo algumas plataformas móveis de mensagens instantâneas.

    (com informações da Ovum e do site mediapost.com)

     

    1 COMENTÁRIO

    Deixe seu comentário