Biometria, ferramenta poderosa no combate a fake news e fraudes

0
0

À medida que os cibercriminosos vão se tornando cada vez mais sofisticados, usando falsificações profundas, engenharia social, vozes sintéticas e outras técnicas avançadas, o risco aumenta para a população, que se depara com notícias falsas e fraudes cada vez mais difíceis de identificar dada a perfeição em detalhes.

Embora esse seja um problema global, no Brasil o cenário é ainda mais preocupante: uma pesquisa recente feita pela plataforma de mobilização online Avaaz, revelou que os brasileiros são os que mais acreditam em fake news no mundo. Os números mostram ainda que 7 em cada 10 brasileiros se informam pelas redes sociais e 62% já acreditaram em alguma notícia falsa.

As ameaças, que até então se limitavam a serem escritas por texto que chegavam por todos os canais imagináveis, desde e-mails a mensagens no celular, atingiram um outro patamar. A inteligência artificial e a capacidade de manipular áudios, por exemplo, trouxeram uma preocupação adicional na propagação de notícias falsas e informações não confirmadas.

Isso se reflete, por exemplo, nos aplicativos lançados recentemente no mercado com o objetivo de imitar ou copiar uma voz, o que poderia comprometer ainda mais a veracidade das informações e implicar uma nova onda de fake news, pois aparentam credibilidade ao usar vozes modificadas tão facilmente.

Uma arma eficaz contra vozes (e notícias) falsas

Mas se a tecnologia biométrica fosse amplamente implementada, a fraude poderia ser praticamente eliminada. Por isso, é essencial destacar a capacidade da biometria de identificar se uma voz é manipulada – esse recurso permite que você faça medições diferentes que detectam se uma voz é real ou gravada e mesmo se foi criada sinteticamente.

Hoje já existem tecnologias capazes de criar uma voz sintética muito rapidamente. No entanto, apenas sistemas mais avançados podem identificar vozes geradas sinteticamente, mesmo que o ouvido humano seja incapaz de diferenciá-las, graças aos algoritmos de inteligência artificial implementados nela.

Com valiosas capacidades, a biometria é uma solução inteligente para combater notícias falsas e para evitar possíveis golpes e ataques cibernéticos, usando algoritmos sofisticados que analisam os recursos de voz. Isso torna possível usá-lo para validar a identidade das pessoas e combater a fraude com segurança, nos colocando um passo à frente das tentativas dos cibercriminosos.

André Andrade, vice-presidente de Vendas Enterprise da Nuance na América Latina.

Deixe seu comentário