Publicidade
Início Notícias Comunicações Indra desenvolve tecnologia para gerenciar tráfego em túnel de nove quilômetros, na...

Indra desenvolve tecnologia para gerenciar tráfego em túnel de nove quilômetros, na Colômbia

0
Publicidade


A Indra é responsável pela implantação de toda a tecnologia para o Túnel del Oriente, o maior túnel rodoviário da América Latina. O projeto é considerado um dos mais importantes já realizados pela companhia, dada a extensão da via: cerca de nove quilômetros, conectando Medellín ao aeroporto José María Córdoba, em Rionegro.

A companhia é responsável por implantar, em parceria com a Eléctricas de Medellín Ingeniería y Servicios SAS (Edemsa), dois centros de controle no local, sendo um principal e outro de apoio. Ambos devem integrar os sistemas inteligentes de transporte, segurança e cobrança, facilitando a gestão do tráfego.

Para isso, será implantada uma plataforma pioneira de gerenciamento de túneis, capaz de oferecer informações em tempo real aos operadores, otimizando a operação e a tomada de decisões. Além disso, os sistemas contribuem para a segurança dos motoristas, fornecendo informações a respeito das condições da estrada, distância de segurança entre veículos, limites de velocidade ou acidentes no local.

Cumprir essa função depende de um conjunto de soluções inteligentes e, nesse sentido merecem destaque duas soluções: a plataforma utilizada para pedágios e o sistema de detecção automática de incidentes.

A primeira, chamada Mova Collect, possui sistemas que permitem a classificação e a passagem de veículos sem parar, a velocidades de até 60 quilômetros por hora. Sem precisar parar para realizar o pagamento, motoristas podem ter o tempo de viagem reduzido de 45 minutos para 18.

Em relação ao sistema de detecção automática de incidentes, intitulado DAI, a principal novidade consiste em integrar informações de câmeras e sensores ao longo do Túnel e automaticamente enviar alertas para o centro de controle.

Mais segurança no dia a dia

Entre os sistemas presentes no local com foco na segurança dos motoristas, também merecem destaque as soluções de medição da qualidade do ar e sensores de monóxido de carbono, capazes de detectar altos níveis de gases tóxicos em tempo real e ativar automaticamente os ventiladores para expelir a poluição. O túnel também deve contar com um inovador sistema de rádio, que permite direcionar ambulâncias com precisão para locais de acidentes.

Sensores de visibilidade e sistemas de iluminação e evacuação de emergência, além de geradores de energia, completam o portfólio de soluções desenvolvidas para atender aos motoristas mesmo em casos extremos. “Com estes equipamentos, o corredor torna-se um dos mais avançados e modernos do país em termos de sistemas de transporte inteligentes”, afirma a companhia.

O projeto reforça o pioneirismo da companhia, que atua globalmente com a gestão de infraestrutura, visando à segurança de passageiros e operadores por meio da t

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile