Service IT e Red Hat implementam containers na Havan

0
53

A Service IT, empresa especializada em outsourcing e consultoria, implementou um sistema de containers na Havan, uma das maiores lojas de departamentos do Brasil, em parceria com a Red Ha. Com a nova infraestrutura, a Havan reduziu o tempo de entrega de aplicações de seis semanas para três dias, diminuiu custos e o tempo de desenvolvimento de softwares e aprimorou seu processo de recrutamento de talentos em TI.

A rede de lojas mantinha suas operações em uma arquitetura tradicional de Microsoft Windows e SQL Server, que rodava dentro do seu próprio data center. O desenvolvimento de todas as aplicações, desde a compra e logística à venda em loja ou na internet, foi realizado por uma equipa interna de 200 pessoas, chamada Havan Labs. Inicialmente, o processo era realizado de forma manual. Devido a isso, muito tempo era consumido para publicar uma nova versão, que era propícia a falhas. A varejista chegou a implementar algumas práticas DevOps, mas a integração entre plataformas era precária, o que atrasava a entrega de bug fixes e novos recursos para melhorar a experiência dos usuários.

Para acelerar o processo de desenvolvimento e acompanhar o ritmo de crescimento da empresa, o departamento de TI da Havan iniciou a busca de uma tecnologia mais moderna, que pudesse oferecer mais agilidade. Assim, a empresa decidiu procurar uma plataforma de containers em Kubernetes que pudesse rodar on-premise no equipamento e software do seu data center. Depois de trabalhar com a Service IT, parceira local da Red Hat, numa prova de conceito (PoC) bem-sucedida, a Havan decidiu adotar o Red Hat OpenShift como base do seu ambiente de desenvolvimento.

Instalado e executado pela Service IT, o Red Hat OpenShift oferece uma plataforma de aplicações em containers completa, que integra nativamente Kubernetes e outras tecnologias de vanguarda de containers. Ele fornece uma base para a arquitetura, processos e serviços que a Havan precisa para suportar as suas equipes de desenvolvimento e operações.

Graças ao seu ambiente de desenvolvimento baseado em containers, as equipes de TI da Havan podem criar e lançar aplicações novas mais rapidamente. O Red Hat OpenShift permite aos desenvolvedores operar de forma self-service e criar ambientes padronizados, mas com configuração customizada para os seus projetos. Isso fez com que o tempo de entrega de aplicações caísse de seis semanas para apenas três dias, reduziu o número de bugs e erros no ambiente de produção e permitiu que as equipes focassem o usuário final.

Para otimizar a compatibilidade com o Red Hat Open Shift, os desenvolvedores da Havan transferiram seu trabalho em .NET Framework da Microsoft para o .NET Core, uma multiplataforma de código aberto (open source) que funciona nos sistemas operacionais Windows e Linux. Essa transição para uma estrutura mais flexível e ágil e uma moderna tecnologia de containers é um exemplo de uma mudança que ajudará a empresa a recrutar desenvolvedores qualificados.

Deixe seu comentário