Publicidade
Início Segurança Mercado (Segurança) Estudo da AVG revela que maioria das pequenas empresas ainda falha no...

Estudo da AVG revela que maioria das pequenas empresas ainda falha no gerenciamento de informações

0
Publicidade

Grande parte das pequenas empresas ainda não atribui aos seus dados e informações um valor realmente estratégico, é o que aponta um estudo recente realizado pela AVG Technologies. A pesquisa revelou que 37% dos gerentes e proprietários de pequenos negócios gastam mais tempo organizando seus arquivos ou encomendando novos cartões de visitas do que cuidando da segurança de seus dados e informações.

A pesquisa, que entrevistou mais de 500 pequenos empresários e gestores na América do Norte e Reino Unido, mostrou que, embora 75% não possuam sistemas de backup automatizado, um número significativo, em torno de 24%, não orienta seus funcionários a salvar dados e arquivos de tempos em tempos. Isso ocorre mesmo com 30% afirmando acreditar que mais de metade dos seus dados são sensíveis.

Dada à quantidade de dados sensíveis que pequenas empresas afirmam ter, a perda de dispositivos móveis dos funcionários deve causar preocupação. De fato, aproximadamente metade das pequenas empresas já sofreu com a perda de um dispositivo móvel. Apesar disso, a pesquisa mostrou que os pequenos empresários não acham que os dispositivos móveis de sua equipe possuam dados importantes para a empresa e existe muito mais preocupação em relação à segurança de dados em nuvem. Quando perguntados sobre o backup baseado em nuvem, 64% dos proprietários disseram que a segurança era sua maior preocupação.

“Nossa pesquisa mostra que, embora a grande maioria das pequenas empresas na América do Norte saiba da importância do backup, ainda é preciso educar esses gestores sobre segurança da informação, especialmente quando se trata de plataformas móveis e na nuvem”, declara Mike Foreman, gerente geral da área de Pequenas e Médias Empresas da AVG.

“No mundo mobile de hoje é chocante ouvir como os empresários ainda gastam mais tempo em atividades como arrumar suas mesas e encomendar novos cartões de visita do que nos meios digitais, o que sugere que, apesar dos cibercriminosos já terem descoberto o valor faz pequenas empresas, os próprios empresários ainda não estão dando aos seus dados a devida importância”, afirma Mariano Sumrell, diretor de Marketing da AVG Brasil.

Resumo

Uma proporção significativa de pequenas e médias empresas normalmente passam mais tempo arrumando itens de sua estrutura física (37%) ou encomendando novos cartões de visita (22% Reino Unido, 21% EUA), do que fazendo backup de dados . Essa não era sequer a tarefa de informática mais rotineira, pois 53% das pequenas empresas dos EUA disseram que passam mais tempo realizando alterações de senhas.

A maioria das pequenas empresas (59% do Reino Unido, 54% EUA) não pede para os funcionários realizarem backups periódicos e em um grande número de casos (68% do Reino Unido, 75% EUA) o backup é automatizado por sistemas de TI. É importante ressaltar que 26% (Reino Unido) e 24% (EUA) das empresas ainda fazem seus backups com mais de uma semana de intervalo.

Quando se trata de dados de dispositivos móveis, cerca de um terço das pequenas e médias empresas (32% do Reino Unido, 34% EUA) tem até 10% de sua força de trabalho atuando de fora do escritório pelo menos uma vez por semana. O aumento do uso comercial de dispositivos móveis é destacado por essas pequenas empresas (11% do Reino Unido e 17% EUA) que afirmaram possuir pelo menos 80% de sua força de trabalho utilizando esses dispositivos mais do que um dia por semana.

50% dos proprietários de pequenas e médias empresas no Reino Unido e 64% nos EUA dizem que a maior preocupação em relação à segurança de dados é o armazenamento em nuvem. Outras preocupações são o custo, a recuperação de dados e falta de controle.

19% das empresas do Reino Unido e 30% nos EUA disseram que mais de metade dos seus dados podem ser considerados assuntos sensíveis.

A maior parte das pequenas e médias empresas (62% do Reino Unido, 66% EUA) acredita que pode prevenir a perda de dados quando um funcionário é desligado.

Quando um dispositivo móvel é perdido ou roubado a prioridade para 39% das empresas do Reino Unido e 41% dos EUA é garantir que os dados não possam ser visualizados por terceiros não autorizados.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile