Estudo: anúncios em sites premium são 44% mais confiáveis do que em plataformas sociais

0
46

A Outbrain, empresa mundial em feed de descoberta e publicidade nativa para a open web, lançou um novo estudo que explora o impacto dos formatos de publicidade nativa na confiança do consumidor. O estudo, produzido pela Outbrain em parceria com a agência de pesquisa independente Lumen, baseia-se nas respostas de mais de 900 consumidores no Reino Unido, França e Alemanha e analisa como a confiança, os cliques e as compras são afetados pelos ambientes online e pelos formatos de anúncio.

O estudo continua a revelar como esses comportamentos dos consumidores diferem por setores verticais (Finanças, Viagens, Artigos Esportivos, Brinquedos e Roupas Infantis, Casa e Estilo de Vida, Moda e Beleza e Eletrônicos) e durante os principais eventos de vendas, como Black Friday e Natal.

O efeito halo de ambientes premium

O estudo constatou que os anúncios nativos mostrados em sites de notícias premium têm mais probabilidade de serem confiáveis (+ 44%), clicados (+ 21%) e levarem a compras futuras (+ 24%) do que os anúncios exibidos nas plataformas de mídia social. O mesmo se aplica aos três mercados medidos.

"A confiança dos consumidores não é uma tendência; é a chave para construir uma economia digital sustentável para os profissionais de marketing. Infelizmente, no momento, a confiança está no nível mais baixo de todos os tempos", disse Alexander Erlmeier, diretor Internacional da Outbrain. "Todo o setor – publishers, anunciantes e parceiros de tecnologia – têm uma responsabilidade compartilhada de criar um ecossistema sustentável e recuperar a confiança dos consumidores. Apoiar o jornalismo de qualidade é um passo importante para esse objetivo".

Formatos nativos são mais bem percebidos em comparação com social e display

O estudo continua a explorar as percepções dos anúncios por parte dos consumidores com base no formato e na probabilidade de o anúncio gerar considerações ou ações adicionais. Ao comparar as recomendações nativas com os anúncios em social e display, foi detectado que espaços nativos foram mais fortes em todas as métricas, incluindo:

  • Fácil de entender: a pontuação é 62% maior que nos anúncios display e 31% maior que nos anúncios sociais.
  • Informativo: pontuação 60% superior aos anúncios gráficos e 14% superior aos anúncios sociais.
  • Confiável: pontuação 9% superior aos anúncios gráficos e 28% superior aos anúncios sociais.
  • Além disso, as recomendações nativas foram classificadas como as menos irritantes ou intrusivas, tanto comparadas a mídia display quanto social.

Deixe seu comentário