IBM e Laboratória treinarão mais de 550 mulheres na AL em tecnologias disruptivas

0
5

Laboratória e IBM anunciaram uma aliança regional para melhorar a experiência de aprendizado de mulheres em carreiras técnicas e a sua competitividade no mercado de trabalho. Com esse esforço, as organizações buscam beneficiar mais de 550 graduadas no Brasil, Chile, México e Peru, no período de um ano. A expectativa é que 75% sejam colocadas em empregos de alta demanda em tecnologia, como desenvolvedores e designers de UX.

De acordo com o Relatório do Futuro do Emprego do Fórum Econômico Mundial, os trabalhadores verão uma mudança média de 42% nas habilidades no mercado de trabalho até 2022. As habilidades em crescente destaque incluem pensamento analítico e aprendizado ativo, bem como competências em novas tecnologias, refletindo um ponto crucial de mudança nos conjuntos de habilidades exigidas pelas funções técnicas no século XXI.

A Laboratória – startup que prepara mulheres e organizações que moldarão uma economia digital mais diversificada, inclusiva e competitiva na América Latina – e a IBM visam aprimorar as competências tecnológicas das estudantes formadas como desenvolvedoras de software e designers de experiência do usuário, além de impulsionar comportamentos como adaptação à mudança, aprendizado contínuo em uma cultura baseada em confiança, mentalidade de crescimento e colaboração.

O acordo também inclui um planejamento estratégico para aumentar a competitividade na colocação no mercado de trabalho das graduadas da Laboratória. Laboratória e IBM trabalharão juntas não apenas em habilidades técnicas e comportamentais, mas também em aptidões que ajudem no momento do recrutamento e adaptabilidade das graduadas no local de trabalho. Como parte desse esforço, uma avaliação deve ser realizada, fornecendo uma profunda compreensão dos requisitos de recrutamento, mapeando as lacunas, analisando também o feedback fornecido pelas áreas de RH, promovendo e sustentando a inclusão dessas alunas, levando a um número crescente de graduadas da Laboratória sendo contratadas pela IBM e/ou seu ecossistema de parceiros e empresas similares nos quatro países.

A parceria também busca melhorar a experiência do aplicativo Placement para facilitar a conexão de estudantes com empresas em busca de diversos talentos tecnológicos. Um login e painel são fornecidos para cada empresa criar seu perfil, permitindo que as companhias publiquem anúncios de emprego e as alunas acessem e se inscrevam facilmente.

Deixe seu comentário