Vendas de smartphones registram leve retração do 3º trimestre de 2019

0
0

As vendas globais de smartphones para usuários finais continuaram a declinar no terceiro trimestre de 2019, retraindo 0,4% em comparação com o terceiro trimestre de 2018, constatou a pesquisa do Gartner.

"Para a maioria dos usuários de smartphones, o desejo mudou de possuir o smartphone mais barato. O usuário de smartphone de hoje está optando por smartphones de nível intermediário em detrimento dos de nível superior porque eles oferecem uma melhor relação custo-benefício", disse Anshul Gupta, diretor sênior de pesquisa da Gartner.

"Além disso, enquanto aguardam o aumento da cobertura da rede 5G para mais países, os usuários de smartphones estão adiando suas decisões de compra até 2020".

Esse comportamento do consumidor levou marcas como Samsung, Huawei, Xiaomi, OPPO e Vivo a fortalecer seus portfólios de nível básico e intermediário. Essa estratégia ajudou a Huawei, Samsung e OPPO a crescer no terceiro trimestre de 2019. Por outro lado, a Apple registrou outro declínio de dois dígitos nas vendas, ano após ano (veja a tabela abaixo).

Crescimento de dois dígitos da Huawei

A Huawei foi o único dos cinco principais fornecedores mundiais de smartphones a alcançar um crescimento de dois dígitos nas vendas de smartphones no terceiro trimestre de 2019. A empresa vendeu 65,8 milhões de smartphones, um aumento de 26% ano a ano.

O desempenho da Huawei na China foi o principal impulsionador do crescimento global de vendas de smartphones. Vendeu 40,5 milhões de smartphones na China e aumentou sua participação no mercado do país em quase 15 pontos percentuais. 

Embora a proibição da Huawei de ter acesso as tecnologias dos EUA ainda não estejam totalmente implementadas, já que outra extensão de três meses acaba de ser anunciada, a proibição proposta "trouxe negatividade" à marca da Huawei no mercado internacional, disse o Gartner.

Mesmo assim, o forte ecossistema da Huawei na China continuou a mostrar crescimento. A situação atual com os EUA também fomentou o patriotismo entre os parceiros da Huawei, que agora desejam promover seus smartphones na China – um desenvolvimento que dificulta a concorrência de concorrentes locais contra a Huawei.

O longo investimento da Huawei em submarcas (Honor e Nova), em operações multicanal (online e varejo) e em 5G e outras inovações tecnológicas formam a base do seu sucesso na China.

Samsung ainda no topo

A Samsung manteve a posição de liderança globalmente no terceiro trimestre de 2019, aumentando suas vendas de smartphones em 7,8%, ano após ano. "A agressiva reformulação de seu portfólio pela Samsung, com foco nos segmentos intermediário e intermediário, fortaleceu sua posição competitiva", afirmou Gupta. 

As vendas do iPhone da Apple continuaram a declinar no terceiro trimestre de 2019. A Apple vendeu 40,8 milhões de iPhones, uma queda de 10,7% em relação ao ano anterior. "Embora a Apple tenha continuado suas promoções de vendas e descontos em vários mercados, isso não foi suficiente para estimular a demanda globalmente", disse Gupta.

"No mercado da Grande China, as vendas de iPhones continuaram melhorando, no entanto, segue-se um declínio de dois dígitos registrado no início do ano. O iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max tiveram boa adoção inicial, o que sugere que as vendas podem ser positivas no trimestre restante."

Deixe seu comentário