Dell anuncia entrada no mercado de equipamentos de rede para brigar com Cisco e Juniper

0
0

Cerca de três meses depois de voltar para as mãos de seu fundador e de fechar o capital, numa transação avaliada em US$ 24,9 bilhões, a Dell revelou a nova estratégia para tentar fazer frente ao quase colapso do negócio de computadores. Nesta terça-feira, 28, a fabricante anunciou que vai oferecer equipamentos de rede desenvolvidos com semicondutores não especializados e um sistema operacional de código aberto para tentar concorrer com gigantes do setor como Cisco Systems, Juniper Networks e HP, que utilizam tecnologias proprietárias.

Embora os carros-chefes da empresa devam continuar sendo, ainda por um bom tempo, os PCs e servidores, e seja pouco provável que a área de redes se torne um grande negócio em breve para a Dell, observadores do mercado avaliam que a estratégia dará credibilidade e músculos à companhia para brigar como esses concorrentes, já que poderá desenvolver um equipamento mais barato e fácil de produzir, a principal demanda hoje em data centers como do Google e Facebook, bem como de grandes bancos e empresas. Um equipamento de rede mais barato também poderia tornar a internet ainda mais onipresente, dizem os analistas.

O sistema operacional do switch de rede da Dell será produzido pela Cumulus Networks, empresa fundada por ex-engenheiros da Cisco e VMware, pioneira na redução dos custos de servidores via software inteligente. A Dell planeja oferecer também outros sistemas operacionais em seus switches.

Esta não é a primeira investida da Dell no mercado de redes. Em 2011, ela pagou cerca US$ 700 milhões pela Force10 Networks, empresa que já usou os tais chips "econômicos" comercialmente. "Um dos nossos objetivos é o de acelerar esse mercado", disse Tom Burns, vice-presidente da divisão de networking da Dell. "Eu vejo uma grande excitação no mercado financeiro em relação a esses dispositivos de rede, pois as empresas vêem isso como uma forma de afastarem dos limitados equipamentos de rede proprietários", disse ele ao jornal New York Times.

Embora os custos ainda estejam sendo trabalhados, Burns calcula que os equipamentos da Dell poderão custar 25% mais baratos do que os dos fabricantes de dispositivos de rede tradicionais.

Deixe seu comentário