Mercado de hardwares LTE deve faturar US$ 1,9 bi em 2022 com o advento do 5G, aponta IDC

0
1

Novo relatório da IDC apresenta taxa de crescimento anual de 27,4% para o mercado de roteadores e gateways para rede LTE. O segmento, que em 2018 fechou em US$ 804,2 milhões, deverá alcançar US$ 1,9 bilhão em 2022. Este é o primeiro estudo da consultoria sobre a área que, embora não seja uma novidade, experimenta um boom devido o desenvolvimento do 5G e da confiabilidade que o LTE traz para uma rede WAN.

De acordo com os analistas da IDC, os softwares empresariais que se conectam à nuvem têm mudado a forma da arquitetura de rede, que passou a se preocupar mais com a natureza de missão crítica da conectividade. A LTE surge como forma de suprir essa demanda, na expectativa dos especialistas, incrementando conexões cabeadas ou mesmo servindo como a conexão principal.

A IDC observa três principais casos de uso que os fornecedores de roteadores e gateways LTE estão se movendo para atender:

Conectividade de filiais: os produtos projetados para funções locais geralmente são integrados às funcionalidades LTE, Wi-Fi e com fio. Além disso, as soluções geralmente incorporam recursos de segurança aprimorados (por exemplo, firewall, gerenciamento de ameaças). Um componente abrangente definido por software, geralmente entregue a partir da nuvem, pode ser incorporado para fornecer gerenciamento e coordenação aprimorados.

Conectividade móvel: os roteadores LTE móveis costumam ser utilizados em veículos, sistemas ferroviários ou outros "objetos em movimento" que exigem conectividade. Um caso de uso emergente é para redes de segurança pública, incluindo redes de resposta inicial, em que a conectividade celular pode atender à demanda rigorosa de comunicações de missão crítica.

Internet das Coisas e M2M: essas soluções, que podem ser gateways, geralmente oferecem um recurso básico, como conversão de protocolo, mas também podem incorporar os recursos avançados incluídos em soluções móveis e de filial.

Ainda segundo os analistas, os fornecedores estão na camada de software ou em SD-WAN, enquanto outros estão focando seu know-how em IoT. Qualquer que seja a estratégia, filiais, mobilidade e IoT estão surgindo como os três principais casos de uso de roteadores e gateways LTE, afirmam.

Deixe seu comentário