Amazon recomenda que funcionários evitem viagens

0
0

A Amazon instruiu seus 798.000 funcionários a evitar "viagens não essenciais", doméstica e internacionalmente, devido a preocupações com o surto de coronavírus, confirmou um porta-voz da gigante do e-commerce ao site Business Insider.

Mais cedo, o New York Times informou que a Amazon havia dito à sua equipe de operações em todo o mundo que não organizasse nenhuma reunião que exigisse viagens até pelo menos abril, segundo o relatório.

A Amazon já havia restringido as viagens de funcionários à China e tem tentado freneticamente lidar com possíveis carências de estoque.

Deixe seu comentário