AMD cresce 40% em receitas no primeiro trimestre de 2020

0
23

A AMD anunciou nesta terça-feira, 28, o resultado do primeiro trimestre de 2020, onde obteve receita no primeiro de US$ 1,79 bilhão e lucro líquido não-GAAP  de US$ 222 milhões, comparado ao lucro líquido de US$ 62 milhões no ano anterior e US$ 383 milhões no trimestre anterior.

"Executamos bem no primeiro trimestre, navegando em um ambiente desafiador para proporcionar um crescimento de receita de 40% ano a ano e expansão significativa da margem bruta impulsionada por nossos processadores Ryzen e EPYC", disse a Dra. Lisa Su, presidente e CEO da AMD. "Embora esperemos alguma incerteza no ambiente de demanda de curto prazo, nossa base financeira é sólida e nosso forte portfólio de produtos nos posiciona bem em um conjunto diversificado de mercados finais resilientes. Continuamos focados na forte execução comercial, garantindo a segurança de nossos funcionários e apoiando nossos clientes, parceiros e comunidades. Nossa estratégia e planos de crescimento a longo prazo permanecem inalterados."

A receita foi de US$ 1,79 bilhão, significa um aumento de 40% em relação ao ano anterior, impulsionada principalmente pela maior receita do segmento de Computação e Gráficos. A margem bruta foi de 46%, um aumento de 5 pontos percentuais em relação ao ano anterior e 1 ponto percentual em relação ao trimestre anterior, impulsionada principalmente pelas vendas dos processadores Ryzen e EPYC.

A receita do segmento de computação e gráficos foi de US$ 1,44 bilhão, um aumento de 73% em relação ao ano anterior e uma queda de 13% em relação ao trimestre anterior. A receita foi maior ano após ano, impulsionada pelas fortes vendas de processadores Ryzen e canal de produtos Radeon. O declínio em relação ao trimestre anterior deveu-se principalmente às menores vendas de processadores gráficos.

A receita do segmento Enterprise, Embedded e Semi-Custom foi de US$ 348 milhões, uma queda de 21% em relação ao ano anterior e 25% sequencialmente principalmente devido às vendas semi-customizadas mais baixas, parcialmente compensadas pelas maiores vendas de processadores EPYC.

Deixe seu comentário