Publicidade
Início Notícias Negócios Justiça de Israel manda Uber parar serviços no país

Justiça de Israel manda Uber parar serviços no país

0
Publicidade

Uma corte de Justiça em Israel ordenou que o Uber pare de oferecer serviços testes em Tel Aviv, por não se encaixarem nas normas de transporte do país. A decisão, divulgada nesta segunda-feira, 27, começa a valer nesta quarta-feira, 29.

Em Israel, apenas taxistas podem transportar passageiros particulares, e a decisão é uma derrota para a empresa norte-americana, que esperava crescer no país asiático, um dos mais inovadores no mercado de startups de mobilidade.

Em resposta, a companhia disse que permanece comprometida para trabalhar com as autoridades israelenses sobre “como explorar a tecnologia e como ela pode melhorar nossas cidades com alternativas seguras e baratas de transporte”. A empresa disse que vai concordar com a decisão e cessar os serviços em Tel Aviv, mas espera atingir um entendimento de longo prazo com as autoridades locais.

Hoje, em Israel, o principal aplicativo de transporte utilizado pela população é o Gett, que disponibiliza táxis, vans e até mesmo serviços de entrega para seus usuários. O país asiático é conhecido por uma série de startup de transporte bem-sucedidos, como o Waze, o Moovit e a Mobileye, dedicada a carros autônomos e recentemente adquirida pela Intel por US$ 15 bilhões.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile