Mais de 3 milhões de contas de usuários de serviços de streaming e games são expostas na web

0
5

O dfndr lab, laboratório de cibersegurança da PSafe, encontrou cinco bases vazadas com dados que, no total, somam mais de 3,4 milhões de contas de acesso a populares serviços de streaming de música e vídeo, e também de acesso a jogos. Os documentos, vazados por hackers, contêm e-mails e senhas correspondentes de usuários de diversos países.

"Com login e senha, os cibercriminosos conseguem ter total acesso e usar os serviços como se fossem o dono da conta. Além disso, muitas pessoas usam as mesmas senhas para diversos serviços, o que dá ainda mais acesso ao hacker a informações pessoais ou até mesmo privadas e sigilosas das vítimas", esclarece Emilio Simoni, diretor do dfndr lab. Emilio ainda ressalta que é bastante comum que os hackers compartilhem suas 'conquistas' na deep web com outros grupos de cibercriminosos, "deixando as vítimas ainda mais expostas". A equipe de segurança do dfndr lab aponta que, em casos como esse, na maior parte das vezes os hackers conseguem todos os dados por meio do envio de um phishing, ou seja, uma página falsa que se passa pelo site verdadeiro para coletar as informações de acesso. Para checar se seus dados foram vazados, as vítimas podem acessar serviços de monitoramento de roubo de dados,

Deixe seu comentário