Cedro Technologies projeta crescimento de 30% em 2020

0
0

A Cedro Technologies, provedora de soluções em consultoria, serviços de tecnologia e software, projeta crescimento de 30% em 2020. "A empresa, no ano passado, chegou a faturar 30 milhões e cresceu na ordem também de 30%. Estamos otimistas com o setor", afirma Leonardo dos Reis Vilela, CEO da companhia (foto).

Fundada em 2005 por estudantes da Universidade Federal de Uberlândia, a Cedro Technologies nasceu para desenvolver soluções para corretoras de valores. Atualmente, a empresa conta com um portfólio de tecnologias para negócios digitais e para a indústria financeira, apostando na expansão de produtos e serviços customizados. O escopo envolve todo o ciclo de negócios voltado ao setor financeiro: investimentos, mercado de capitais, câmbio, empréstimos, cartões, renda fixa e variável, internet banking e mobile banking. "Vamos consolidar os produtos que já lançamos neste ano e, de maneira atenta, acompanhar tendências do nosso segmento", explica Reis, acrescentando que com o advento do Open Banking espera aumentar a oferta dos produtos não só para seu mercado tradicional, mas também para fintechs.

Questionado sobre uma possível abertura de IPO (Initial Public Offering), oferta pública inicial de ações, momento em que a empresa abre seu capital e passa a ser listada na Bolsa de Valores, Reis foi enfático. "Não estamos ainda fazendo esse movimento ou de aquisições, mas estamos sempre avaliando oportunidades que sugerem no mercado", ponderou.

A Cedro desenvolveu uma plataforma de criação e gerenciamento de chat e voice bots batizada de "People", integrada aos serviços cognitivos da Microsoft, que permite o uso e entendimento de uma linguagem mais natural nas interações, além de ser flexível na integração com serviços de terceiros, como ERP e CRM's, por exemplo. "É uma ferramenta que está sempre à disposição de seus clientes para responder suas dúvidas rapidamente. Os voice bots trabalham durante 24 horas por dia, 7 dias por semana. Transformam voz em texto e vice e versa, dessa forma, realizam conversações sobre temas. Essa é uma tendência que veio para ficar", destacou Reis.

Segundo ele, os voice bots poderão ser instalados em diversos canais, tais como Whatsapp, Telegram, Facebook, sites etc. "Logo, o seu chatbot aprende com as interações e melhoram ainda mais a sua performance, garantindo uma interação positiva em múltiplos canais", exemplifica Reis, afirmando que "essa será uma das vias de crescimento".

Para o CEO da Cedro, o SaaS (Software como Serviço), que permite aos usuários se conectar e usar aplicativos baseados em nuvem pela Internet, IA (inteligência artificial) e Open Banking são os caminhos a percorrer que levarão a esse crescimento projetado. "Temos uma mudança importante nos próximos anos que, sem dúvidas, vai transformar grande parte das empresas. A Cedro é o braço auxiliar de tecnologia das companhias nesse processo. Vamos avançar nos próximos anos e, nossas previsões, são otimistas", finalizou.

Vilela explica ainda que além de investir em pesquisa e desenvolvimento em Uberlândia, também mantém uma parceria com a universidade da cidade de Patos de Minas.  

Deixe seu comentário