T-Mobile e Sprint chegam um acordo de fusão no valor de US$ 26 bilhões

0
2

A T-Mobile anunciou neste domingo, 29, que chegou a um acordo para comprar a Sprint em uma transação de ações no valor de US$ 26 bilhões. Isso significa a fusão da 3ª e 4ª maiores operadoras de telecomunicações.

A companhia combinada operará sob o nome da T-Mobile, com sede em Bellevue, Washington, e será liderada pelo CEO da T-Mobile, John Legere. O COO da T-Mobile, Mike Sievert, também permanecerá na nova empresa como presidente e diretor de operações da companhia combinada. As equipes de gerenciamento serão selecionadas entre ambas as empresas durante o período de fechamento da transação.

Masayoshi Son, atual presidente e CEO do SoftBank Group (proprietário da Sprint), e Marcelo Claure, atual CEO da Sprint, serão membros do conselho da nova T-Mobile.

A fusão precisará ser aprovada pelo Departamento de Justiça dos EUA (DoJ), bem como pela FCC. As empresas estejam esperando por um ambiente regulatório mais amistoso desta vez, pois ao contrário da administração Obama, a de Trump nem sempre se mostrou favorável a grandes fusões.

De acordo com a GSMA Intelligence, a T-Mobile e a Sprint são a terceira e quarta maiores operadoras de telefonia móvel nos EUA, respectivamente, com uma participação de mercado de 19% e 12%. A Verizon lidera o mercado com uma participação de mercado de 36%, seguida pela AT&T (30%). Após esse acordo, será a segunda no ranking.

Deixe seu comentário