Governo de SP destina quase R$ 500 mil em recursos para ampliação do Supera Centro de Tecnologia em Ribeirão

0
57

R$ 448.178,85 é o montante disponibilizado pelo Governo de São Paulo para a ampliação do Laboratório de Óptica do Centro de Tecnologia (CT) do Supera Parque, instalado no campus da USP em Ribeirão Preto em parceria com a prefeitura municipal. A cidade é um dos principais polos da indústria de equipamentos e produtos de saúde do Brasil.

Os recursos foram aprovados no Edital de Apoio a Arranjos Produtivos Locais (APL) e Polos de Desenvolvimento Econômico da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo. O valor total do convênio é de R$ 965 mil, que inclui com contrapartida de R$ 517 mil da Fipase (gestora do Parque Tecnológico).

O montante repassado pela Secretaria Estadual será utilizado para aquisição de um novo sistema laboratorial, que inclui equipamento espectroradiômetro de segurança fotobiológica, ferramenta de alinhamento óptico, osciloscópio e software de análise. A contrapartida da Fipase será aplicadoa, em sua maioria, no custeio do laboratório.

Érico Morelli, coordenador do Centro de Tecnologia, explica que o laboratório de óptica já realiza ensaios ópticos de caracterização de espectro e de avaliação de conformidade.

"Esses ensaios são aplicáveis a equipamentos a laser para cirurgias e a algumas fontes luminosas. Porém, com os equipamentos atuais, a capacidade de avaliação do espectro óptico é limitada à faixa de 250 a 1045 nanômetros (nm), que é a unidade de medida de luz", esclarece.

Segundo Morelli, com o novo sistema e a ampliação do laboratório de óptica, o Centro de Tecnologia será capaz de avaliar a faixa que vai de 200 a 3000 nm. "Em termos práticos, o laboratório conseguirá agora fazer avaliações de todos os riscos ópticos à saúde humana, incluindo radiações ultravioleta (UV-C) e infravermelhas (IR-A e IR-B)".

Visibilidade

Para Sandro Scarpelini, presidente do Supera Parque, a ampliação do CT é um passo importante para o APL da Saúde de Ribeirão Preto. "O laboratório contribui para a competitividade das empresas e reforça a região como referência em produtos, tecnologia e serviços de saúde.

Nosso objetivo é a ampliação do escopo de atuação do Centro de Tecnologia visando aumentar o número de normas técnicas atendidas e de ensaios realizados", diz.

A assinatura dos convênios do edital de apoio aos APLs de São Paulo foi realizada na quarta-feira, 28/04, em uma cerimônia virtual, que contou com a participação da Secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, Patrícia Ellen, e do Prefeito Municipal de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira.

Projeto e expertise

Segundo dados da RAIS (2019), são 302 indústrias de saúde na Região Metropolitana de Ribeirão Preto, que juntas empregam mais de 6 mil pessoas, em segmentos que vão de equipamentos médico-hospitalares e odontológicos, a fármacos, biotecnologia, cosméticos e saúde animal. A ampliação do Centro de Tecnologia trará oportunidades, científicas ou comerciais, para além do âmbito regional.

"Atualmente, o Brasil carece de infraestrutura laboratorial capaz de possibilitar a realização dessas análises, o que resulta em prejuízo para a indústria e risco para profissionais de saúde, além de pacientes. Sem dúvidas, é um grande diferencial e motivo de orgulho para nós, do APL da Saúde, contarmos com essa estrutura em nossa cidade", explica Paulo Garcia de Almeida, empresário e diretor-presidente do APL de Saúde de Ribeirão.

No último ano, 48 diferentes indústrias, que testaram quase 100 equipamentos, recorreram ao Supera Centro de Tecnologia para testes de conformidade, o que representa um crescimento de 71% em relação a 2019.

Centro de Tecnologia Supera Parque

Considerado como um dos mais completos centros de testes e ensaios de equipamentos eletromédicos do país, o Centro de Tecnologia do Supera Parque é acreditado junto ao INMETRO para 80 diferentes normas técnicas. Também possui laboratórios de compatibilidade eletromagnética, segurança elétrica, raio-X, prototipagem, análises químicas, dentre outros.

APL Saúde RP

O Arranjo Produtivo Local das Industrias da Saúde de Ribeirão Preto e Região, também conhecido como APL da Indústria de Saúde, conta com o apoio da Fipase – Fundação Instituto Polo Avançado da Saúde e de órgãos do governo do Estado de São Paulo, da ABDI, SEBRAE e CIESP. É uma associação de indústrias da saúde que promove ações para o fortalecimento do setor em Ribeirão Preto e Região.

Deixe seu comentário