Publicidade
Início Notícias Comunicações Centro de Operações Rio usa rede neutra IoT da American Tower para...

Centro de Operações Rio usa rede neutra IoT da American Tower para tornar cidade mais inteligente

1
Publicidade

A Prefeitura do Rio de Janeiro e a American Tower fecharam uma parceria para que a prefeitura possa utilizar a infraestrutura de rede IoT da empresa para o desenvolvimento de soluções de cidades inteligentes. O Centro de Operações, que hoje já combina 200 camadas de dados para apoiar a geração de insights para gestão pública, viu na parceria uma oportunidade de habilitar novos casos de uso de interesse das cidades.

“Quanto mais sensores da cidade a gente conseguir trazer para dentro do COR, mais informações poderemos fornecer para os cidadãos, para que eles tomem a melhor decisão para o seu dia a dia”, afirma o chefe executivo do Centro de Operações, Alexandre Cardeman.

Um exemplo de solução que já está utilizando a infraestrutura de rede da ATC é a gestão de inundação em pontos críticos da cidade, desenvolvidos pela startup carioca Noah. A solução foi desenvolvida na primeira fase do “Programa de Inovação COR”, que teve como objetivo o endereçamento de desafios reais da cidade por meio de startups.

A startup Noah venceu o programa pela relevância do desafio endereçado e eficiência na execução da solução, que consiste em sensores instalados em locais específicos da cidade e uma plataforma para gestão dos dados no dashboard do Centro de Operações, permitindo que a Prefeitura se antecipe em casos de alagamento. Com base nas chuvas passadas, foram mapeados diversos pontos de alagamento, que serviram de base para a instalação dos sensores.

Presente na cidade do Rio de Janeiro desde o piloto realizado em 2017, a rede neutra LoRaWAN da American Tower habilita casos de uso que demandem baixo consumo de energia e baixo custo, tais como telegestão para iluminação pública, semáforo e estacionamento inteligente, medição remota de água, luz e gás, gestão de ativos e mobilidade urbana, entre outros.

“Estamos presentes em mais de 63% do PIB nacional cobrindo mais de 260 municípios, e vemos cidades inteligentes como uma das verticais mais promissoras no âmbito de IoT. Entendemos que essa parceria irá apoiar tanto a prefeitura no aumento do nível de gestão da cidade quanto no desenvolvimento do ecossistema local de parceiros”, comentou Daniel Laper, head de IoT da American Tower. A parceria é a primeira desta natureza para a ATC, que entende que acordos como este podem acelerar a maturação do mercado nessa vertical.

1 COMENTÁRIO

  1. Existe um vasto campo a ser explorado por redes IoT , na área de sistemas de monitoração e alerta de populações localizadas nas chamadas Zonas de Auto Salvamento (ZAS) e Zonas de Segurança Secundária (ZSS) de barragens, tanto de mineradoras, quanto de usinas hidrelétricas. A ATC poderia pensar em atender essa demanda na sua rede IoT, diretamente, ou mesmo, por meio de parcerias.

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile