Softex Campinas oferece consultoria de modelagem de negócios para empresas de TI

0
1

O Núcleo Softex Campinas – associação das empresas de software que atuam em Campinas e no interior do estado de São Paulo – acaba de lançar um novo serviço de modelagem de negócios para empresas de tecnologia da informação. Voltado a empresas que buscam acelerar seu crescimento ou captar recursos junto a investidores e opções de fomento, a consultoria auxilia gestores e empreendedores a definirem o melhor modelo de atuação no mercado de acordo com os objetivos estratégicos do negócio.

Utilizando metodologias reconhecidas, como BSC, Business Model Canvas, Lean Startup, entre outras, os consultores do Núcleo Softex Campinas entendem a fundo o negócio do cliente, avaliam proposta de valor, portfólio de produtos e serviços, estruturação das unidades de negócios e outros fatores. Após o diagnóstico, definem, juntamente com o time executivo da empresa, qual o melhor modelo de negócio para atuação nos mercados em que a empresa está inserida, além de sugerir novas áreas de atuação. São realizadas reuniões semanais e a estimativa é de que a consultoria dure de dois a qatro meses.

Segundo Edvar Pera Jr. diretor executivo do Núcleo Softex Campinas, algumas empresas sobrevivem sem que seus gestores entendam qual é o seu verdadeiro objetivo e tenham uma orientação clara de como conquistar mercado. "O serviço de modelagem ajuda os gestores a definir os objetivos de cada unidade do negócio, entender melhor qual é o público-alvo, qual é a oferta de valor e o diferencial do negócio. Com essas informações, ele consegue selecionar a área mais rentável e seguir pelo melhor caminho", afirma.

Ele ressalta que a consultoria também é indicada às empresas que desejam obter recursos financeiros de agências de fomento ou financiamentos com juros subsidiados, uma vez que ter um bom planejamento e clareza dos objetivos do negócio é fundamental para que a empresa consiga obter boas taxas de juros.

"Na hora de buscar recursos, é essencial que a empresa saiba quem é e o que vai fazer com o dinheiro. As agências só liberaram os recursos quando têm certeza que estes contribuirão de forma clara para o desenvolvimento do negócio, seja em forma de produto, novos processos, entre outros", complementa.

 

Deixe seu comentário