ABINC anuncia novos presidentes para os Comitês de Segurança e Utilities

0
70

A ABINC – Associação Brasileira de Internet das Coisas – anuncia dois novos membros para a expansão da associação e do seu protagonismo na evolução do mercado de IoT no Brasil. Yanis Cardoso Stoyannis, Customer Security Director LATAM da ERICSSON, assume a presidência do Comitê de Segurança. Já María Benintende, principal analista da unidade de negócios de Energia e Meio Ambiente da Frost & Sullivan, chega para comandar o Comitê de Utilities.

Quando se fala em segurança, o cenário é oportuno para a IoT. A Internet das Coisas será fortemente impulsionada pela expansão da tecnologia 5G e da fusão com as tecnologias de Inteligência Artificial, denominada de AIoT, que prometem um futuro ainda mais conectado e inteligente. Para Yanis, nos próximos cinco anos haverá dados sendo processados em tempo real e consumidos em grandes bancos de dados em nuvem, que poderão ser compartilhados para diversas finalidades, impensáveis nos dias atuais. "Um dos maiores objetivos da ABINC é promover a conscientização da sociedade sobre os riscos tecnológicos inerentes ao uso da Internet das Coisas. Precisamos apresentar a necessidade em adotar padrões de segurança reconhecidos globalmente, que devem ser aplicados em todas as etapas do ciclo de vida da tecnologia. Outro intuito, não menos importante, será o de apoiar as autoridades governamentais na concepção, aprimoramento e disseminação de políticas públicas e regulamentações que fomentem o desenvolvimento e uso seguro da IoT", relata.

No setor de Utilities não será diferente. Para María Benintende, nos próximos anos haverá uma aceleração na implementação de soluções de IoT, principalmente em aplicações de medição e de monitoramento de ativos das companhias de energia e saneamento, e também na integração dos equipamentos dos clientes. "Esse é um cenário um pouco lento, porém o ritmo dependerá do panorama regulatório a da evolução dos custos da tecnologia. Desde o comitê, pretendemos ser um catalisador para que essa transformação tecnológica aconteça da forma mais rápida na introdução de soluções de IoT em distribuidoras de energia, distribuidoras de gás encanado e de saneamento, e uma última instância, contribuir com o desenvolvimento do mercado brasileiro de IoT como um todo. Como primeira iniciativa do grupo, estamos desenvolvendo uma pesquisa de mercado para mapear o estado de evolução de tecnologias de IoT em utilities e identificar as principais aplicações, tecnologias usadas, dores, barreiras, prioridades e nível de investimentos", comenta.

Os novos presidentes trabalharão para catalisar, fomentar e promover os diferentes interesses e necessidades relacionados ao mercado de IoT, visando satisfazer os associados e parceiros, com atuações e representações nas esferas públicas e privadas, contribuindo no desenvolvimento tecnológico, respeitando o indivíduo, a sociedade e o meio ambiente.

Yanis Cardoso Stoyannis

Engenheiro com mais de 30 anos de experiência em Tecnologias de Segurança e Informação, Redes de Comunicação, Governança, Privacidade e Proteção de Dados. Iniciou a carreira na área acadêmica com desenvolvimento de projetos de interligação à rede ANSP (Academic Network at São Paulo), uma das primeiras redes brasileiras a se interligar à Internet em 1991, provendo infraestrutura de Internet e comunicação para a comunidade de pesquisa e educação do Estado de São Paulo. Na iniciativa privada, acumulou experiência em diversas posições de liderança na área de Segurança Cibernética, com destaque para Chief Information Security Officer (CISO), Pré-Vendas, Consultoria e Inovação. Atualmente é Customer Security Director LATAM da ERICSSON e professor de MBA em Segurança Cibernética em Telecomunicações e Internet. Foi membro da comissão de jurados do 1º Hackathon de Segurança Digital na Indústria 4.0, promovido pelo SENAI/ UNISYS. Premiado como profissional de destaque pelo Security Leaders em 2011 e 2016 nas categorias Telecomunicações, Mídia e Educação. Em 2019 foi vencedor na categoria Prata do concurso nacional de "Cases de Sucesso de Segurança", como idealizador do framework "Assessment de Segurança e LGPD", fundamentado em 20 domínios de conhecimento.

María Benintende

Principal analista da unidade de negócios de Energia e Meio Ambiente da Frost & Sullivan, empresa global de consultoria e pesquisas de mercado. Em sua posição atual, é responsável pela condução de pesquisas de mercado e projetos de consultoria nos setores de energia, óleo e gás, e saneamento. Maria tem um mestrado em Energia pela Universidade de Buenos Aires e pós-graduações em Gestão de Projetos de Petróleo e Gás pelo Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP) e em Relações com Investidores pela Saint Paul Business School no Brasil.

Deixe seu comentário