Fraudadores usam marca do Uber em páginas falsas no Facebook para roubar dados de cartão de crédito

0
0

O dfndr lab, laboratório da PSafe, identificou, em apenas quatro dias, 96 páginas falsas no Facebook que simulam canais oficiais da empresa Uber. Todas utilizam de forma fraudulenta a marca da companhia como imagem da fanpage e mais de 75% delas delas possui links para sites falsos nos quais o usuário é incentivado a inserir dados pessoais e de cartão de crédito para receber cupons com créditos em dinheiro no aplicativo, mas em vez disso acabam tendo seus dados roubados. Até o momento, mais de 3.400 pessoas curtiram ou estão seguindo essas páginas falsas, acreditando se tratarem de canais oficiais.

Os cibercriminosos têm utilizado marcas de empresas de diversos segmentos, como redes varejistas e bancos, além de aplicativos de serviços variados para aparentarem mais credibilidade, tornando mais fácil enganar os usuários que buscam por marcas que utilizam e reconhecem como confiáveis. Em cada página falsa, podem ser encontrados posts com diversas abordagens e valores de cupons diferentes e alguns chegam a orientar o usuário a, em caso de dúvida, entrar em contato pela própria página no Facebook e não por canais oficiais da marca para que a frade não seja detectada.

"Essa é uma modalidade de golpe que cresce cada vez mais e que tem se intensificado ao longo deste ano. Ela oferece algumas vantagens aos cibercriminosos como, por exemplo, segmentar o ataque para perfis mais vulneráveis de usuários por meio de anúncios pagos dentro do Facebook. Dessa forma, a página falsa ganha a credibilidade da marca que estiver explorando e também do formato de anúncio oferecido pela plataforma", comenta Emilio Simoni, diretor do dfndr lab.

Deixe seu comentário