VMware compra empresa de cibersegurança por US$ 2,1 bilhões

0
52

A VMware conseguiu chegar em um acordo e vai adquirir a Carbon Black, fornecedora de proteção de endpoints nativos na nuvem, por US$ 26 por ação, representando um valor de US$ 2,1 bilhões. Com o negócio, a VMware poderá fornecer uma nuvem já com segurança embutida para proteger melhor as cargas de trabalho e os clientes corporativos por meio de big data, análise comportamental e inteligência artificial.

De acordo com a empresa, a Carbon Black conta com mais de 5,6 mil clientes e 500 parceiros em todo o mundo. Sua plataforma de segurança nativa na nuvem aproveita a análise de dados e de comportamentos para fornecer proteção aos terminais contra ataques cibernéticos.

A combinação das soluções da Carbon Black com as ofertas de segurança da VMware, incluindo AppDefense, Workspace ONE, NSX e SecureState, criará uma plataforma moderna de nuvem de segurança para qualquer aplicação, sendo executada em qualquer nuvem e em qualquer dispositivo. Essa junção fornecerá aos clientes detecção avançada de ameaças e uma análise aprofundada sobre o comportamento das aplicações, impedindo ataques sofisticados e acelerando as respostas.

A distribuição e o alcance empresarial da VMware e da Dell acelerarão ainda mais a adoção de Carbon Black nas empresas, tanto por meio da venda direta quanto por meio de parceiros, incluindo os principais players de serviços gerenciados de segurança, parceiros e integradores de sistemas.

A VMware espera que a transação seja financiada por meio de dinheiro no balanço patrimonial e pelo acesso à capacidade de contração de empréstimos de curto prazo. O fechamento da transação está previsto para a segunda metade do ano fiscal 2020 da VMware, que se encerra em 31 de janeiro de 2020, e está sujeito às condições habituais.

Deixe seu comentário