Google Capital participa de aporte de US$ 38 milhões em startup chinesa de transceptores óticos

0
0

A InnoLight Technology, fabricante de transceptores ópticos de alta velocidade que são utilizados por servidores, recebeu nesta segunda-feira, 29, uma rodada de investimentos de US$ 38 milhões, Série C. O Google Capital, braço de financiamento de risco do gigante das buscas, liderou o aporte acompanhado pelo fundo de venture capital Lightspeed China Partners. Com esta última rodada, a empresa contabiliza um total de US$ 58 milhões, já que na rodada anterior a startup levantou cerca de US$ 20 milhões, com os fundos Suzhou Ventures e Bolota Ventures.

Este é o primeiro investimento do Google Capital em uma startup da China, segundo informa o The Wall Street Journal. Embora os investimentos da empresa até agora tenham se concentrado em startups americanas, ela disputa uma nova concorrência com outros investidores globais por empresas chinesas, principalmente em decorrência do sucesso da oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) realizada pelo Alibaba neste mês.

"A tecnologia da InnoLight é especialmente adequada para ambientes de data center de próxima geração", comentou Gene Frantz, sócio do Google Capital, em um comunicado à imprensa.

Para a InnoLight, faz sentido se juntar com o Google, em vez de com um investidor estratégico chinês, uma vez que a gigante norte-americana opera uma das maiores instalações de dados do mundo. Outra questão é que metade da receita da startup chinesa advém do mercado dos EUA.

Deixe seu comentário