PayPal atinge 305 milhões de contas ativas

0
0

A plataforma de tecnologia global de pagamentos digitais PayPal Holdings adicionou 37,3 milhões de novas contas ativas, elevando o total para 305 milhões, um aumento de 14% ano a ano. Os resultados do quarto trimestre de 2019 (encerrado em 31 de dezembro) foram anunciados nesta quarta-feira, 29.

No quarto trimestre, a empresa informa que processou quase US$ 200 bilhões em TPV, e o engajamento cresceu 10%, para 40,6 transações por conta ativa. Fortalecemos nossa proposta de valor para consumidores e comerciantes, expandimos nosso escopo e escala internacionais e anunciamos aquisições estratégicas transformadoras, investimentos e parcerias comerciais", disse Dan Schulman, presidente e CEO do PayPal.

Os destaques financeiros do quarto trimestre (em comparação com o mesmo período de 2018) incluem:

• A receita alcançou US$ 4,96 bilhões, apresentando um crescimento de 17% em base spot e de 17% em moeda estrangeira (FX-neutral ou FXN).
• A margem operacional GAAP foi de 16,1%, e a margem operacional não-GAAP foi de 23,6%
• A receita operacional GAAP foi de US$ 0,8 bilhão, aumento de 34%; já receita operacional não-GAAP atingiu US$ 1,2 bilhão, aumento de 28%.
• O lucro GAAP por ação diluída (EPS) teve queda de 13%, para US$ 0,43, e o crescimento não-GAAP foi de 24%, para US$ 0,86.
• O lucro por ação GAAP e não-GAAP inclui um ganho líquido não realizado de US$ 0,02 em investimentos estratégicos, impulsionados, principalmente, pelo MercadoLibre (NASDAQ: MELI).
• O EPS GAAP também inclui um impacto negativo de aproximadamente US$ 0,19 de impostos relacionados à aquisição da iZettle.
• Já o fluxo de caixa das operações foi de US$ 1,3 bilhão; e o fluxo de caixa livre, de US$ 1,1 bilhão.
• A empresa recomprou, aproximadamente, 2,9 milhões de ações ordinárias, devolvendo US$ 305 milhões a seus acionistas.

Os destaques operacionais do quarto trimestre de 2019 incluem:

• 9,3 milhões de contas ativas adicionadas no período, aumento de 14% em relação ao mesmo período do ano passado.
• O PayPal fechou o trimestre com 305 milhões de contas ativas.
• A companhia registrou 3,5 bilhões de transações de pagamento, aumento de 21% em relação ao mesmo período do ano passado.
• Foram US$ 199 bilhões em volume total de pagamentos (TPV), 22% a mais do que no mesmo período do ano passado (22% em base spot e em base FX neutra).
• O volume de serviços comerciais cresceu 25% em uma base spot e 26% em uma base neutra, em termos de câmbio.
• A Venmo processou mais de US$ 29 bilhões em TPV, crescimento de 56%.
Destaques financeiros para o ano de 2019
• A receita total foi de US$ 17,77 bilhões, crescimento de 15% em uma base spot e FX-neutro.
• A venda concluída da carteira de recebíveis de crédito ao consumidor dos EUA para a Synchrony, em julho de 2018, afetou negativamente o crescimento da receita em aproximadamente 3,5 pontos percentuais.
• A receita operacional GAAP foi de US$ 2,7 bilhões, aumento de 24%; e receita operacional não-GAAP foi de US$ 4,1 bilhões, crescimento de 23%.
• A margem operacional GAAP foi de 15,3%, com margem operacional não-GAAP de 23,2%.
• O EPS GAAP de US$ 2,07, aumento de 21%; e o EPS não-GAAP de US$ 3,10, crescimento de 28%.
• O lucro por ação GAAP e não-GAAP inclui um ganho líquido não realizado de US$ 0,14 em investimentos estratégicos, impulsionado principalmente pelo MercadoLibre.
• O EPS GAAP também inclui um impacto negativo de aproximadamente US$ 0,19 de impostos relacionados à aquisição da iZettle.
• O fluxo de caixa das operações atingiu US$ 4,6 bilhões, com fluxo de caixa livre de US$ 3,9 bilhões.
• A companhia recomprou aproximadamente 14 milhões de ações ordinárias, devolvendo US$ 1,4 bilhão a seus acionistas.

Em novembro, o PayPal anunciou acordo para adquirir a Honey Science Corporation, plataforma tecnológica especializada em cupons de desconto e recompensas online, por aproximadamente US$ 4 bilhões. Espera-se que essa transação, que foi fechada em janeiro de 2020, transforme a experiência de compra dos consumidores do PayPal e aumente as vendas e o envolvimento de clientes e comerciantes.

Após um investimento estratégico em março de 2019, o PayPal assinou um contrato comercial com o MercadoLibre em dezembro. Esse contrato permitirá que PayPal e MercadoLibre aproveitem, conjuntamente, sua escala e capacidade para fortalecer as redes de ambas as empresas.

Em dezembro, o PayPal concluiu a aquisição de uma participação de 70% na Guofubao Information Technology Co., Ltd. (GoPay), após a aprovação da transação pelo Banco Popular da China, em setembro de 2019. Com a conclusão desse acordo, o PayPal tornou-se a primeira plataforma de pagamentos estrangeira licenciada para fornecer serviços de pagamento online na China.

Em janeiro de 2020, o PayPal anunciou parceria estratégica com a UnionPay International (UPI), por meio da qual as duas empresas trabalharão juntas para melhor atender consumidores e comerciantes. Como parte dessa parceria, a UPI apoiará as iniciativas de comerciantes e consumidores do PayPal na China, e o PayPal apoiará a aceitação da UPI globalmente nos locais onde o PayPal for aceito, oferecendo aos consumidores da UPI mais opções ao fazer compras.

Deixe seu comentário