Quais os benefícios que o time terá após aplicar o processo Ágil?

0
0

Onde o time está e onde quer chegar? não é uma tarefa simples de fazer, pois esbarra na mudança da cultura dos profissionais da área. O estudo sobre o uso do multi-skill e não single-skill, reduz os passos e deveria ser uma prática constante, com isso a equipe de teste utiliza os atributos qualitativos de funcionalidade, confiabilidade, usabilidade, eficiência, manutenibilidade e portabilidade, o planejamento e analise de uma equipe ágil de teste constrói e verifica a acurácia dos testes.

Nas abordagens tradicionais a atividade de teste é realizada ao fim da versão, onde o analista de teste estuda os requisitos a partir das especificações. Ao identificar um problema na fase de teste, a demanda retorna para todo o fluxo e impacta no cumprimento do prazo de entrega. O custo do projeto torna-se elevado, pois os ciclos de desenvolvimento normalmente são longos e o risco de se desenvolver um produto que o cliente não está esperando é alto. A atividade de teste no contexto ágil está focada no teste do negócio. Um de seus objetivos é realizar uma análise crítica do produto para tentar descobrir pontos de melhoria para agregar ao produto final. Gosto de usar o GUT, porem existem outras ferramentas também.

Podemos destacar que o Analista ou Engenheiro de testes possui um papel mais dinâmico e crítico dentro do time de desenvolvimento, uma vez que ele tem a visão do todo e poderá contribui ativamente na qualidade do produto a ser entregue, também evita desperdício nos projetos e amplia o conhecimento de todo o time, no entanto:

Resultado do trabalho sem usar um processo:

  1. Traz estresse para toda a equipe.
  2. Existe uma grande quantidade de retrabalho, as pessoas acabam ficando após horário de trabalho constantemente.
  3. Falta de documentação adequada, fica só no boca-a-boca, os desenvolvedores (toda a equipe) entendem que era A, mas o cliente queria B.
  4. Quando um colaborador deixa a equipe por determinadas situações, até fazer a introdução de uma outra pessoa o projeto certamente irá atrasar.
  5. Single-skill reduz o andamento do projeto e do time, o colaborador acaba acumulando mais funções.
  6. Pouca ou quase nenhuma reunião gera transtorno e aumenta o esforço repetitivo.

Solução simples para projetos complexos: Criar equipes de projeto ágil. Essas equipes conseguem superar o gap entre área de negócios e TI, reduz volume de trabalho, acaba com o retrabalho, melhora a comunicação e o desempenho da equipe. Depois comparar o desempenho do projeto com o método tradicional.

  • O processo complicado gostaria de ser simples, precisa mapear as datas para cada fase de trabalho (time box), ou seja, é um intervalo de tempo, tem data e hora para acabar, se falhar, não se estende, é dado outro time box. Isso é fácil de fazer com boas práticas.
  • O processo complexo precisa de práticas emergentes e por último, o processo caótico, as práticas para aplicar são respostas rápidas.

oscar

Tempo, escopo e custo não são suficientes, precisa da qualidade. Através do processo e o envolvimento de todo o time garante a comunicação clara e eficiente para ambos os públicos (cliente e equipe ágil).

Sucesso em projeto usando um processo:

  1. Bom planejamento
  2. União das equipes
  3. Pessoas vem antes de processos
  4. Comunicação adequada para cada membro da equipe
  5. Informações acessíveis
  6. Motivação da equipe
  7. Superar expectativas
  8. Divisão de risco
  9. Desempenho maximizado
  10. Reduz o desperdício
  11. A equipe torna-se mais efetiva e responde a mudança facilmente
  12. Continua iteração sobre problemas difíceis
  13. Melhorias continua

Plano e planejamento: O plano não funciona, o planejamento sim. Planejar uma atividade é antever os passos necessários para concretizá-la e garantir o controle de suas variáveis, como: tempo, prazo e custo. Acabando com o mal da procrastinação.

Oscar Correia, engenheiro de Testes no FIT – Flextronics,  analista de testes voltadas aos Projetos Openstack, RFID e Recycling.

Deixe seu comentário