Amazon dobra lucros trimestrais para US$ 5,2 bilhões

0
0

A Amazon registrou US$ 5,2 bilhões em lucros no segundo trimestre, dobrando seus resultados em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, apesar de gastar US$ 4 bilhões em iniciativas COVID-19, segundo balanço financeiro divulgado nessa quinta-feira, 30.

O resultado de grande crescimento acontece um dia depois que o CEO da Amazon, Jeff Bezos, aparecer junto com líderes de big techs em uma audiência antitruste que investiga seu poder de mercado.

As vendas líquidas da empresa, de US$ 88,9 bilhões, surpreenderam  as expectativas de Wall Street. Seus ganhos de US$ 10,30 por ação foram sete vezes o consenso dos analistas de US$ 1,46 por ação.

"Este foi outro trimestre altamente incomum, e eu não poderia estar mais orgulhoso e agradecido aos nossos funcionários em todo o mundo", disse Bezos no comunicado de lucros da Amazon.

"Como esperado, gastamos mais de US$ 4 bilhões em custos incrementais relacionados ao COVID-19 no trimestre para ajudar a manter os funcionários seguros e entregar produtos aos clientes neste momento de alta demanda – compra de equipamentos de proteção individual, aumento da limpeza de nossas instalações, seguindo novos caminhos de processo de segurança, adicionando novos benefícios de assistência à família e pagando um bônus especial de mais de US$ 500 milhões a funcionários da linha de frente e parceiros de entrega."

A empresa criou 175.000 novos empregos desde março e está no processo de converter 125.000 desses colaboradores em cargos regulares e de período integral, disse Bezos. O total de funcionários da Amazon, excluindo trabalhadores temporários, atingiu 876.800 no final do segundo trimestre.

Deixe seu comentário