Microsoft anuncia Windows 10 com novos recursos para empresas e a volta do menu Iniciar

0
0

A Microsoft surpreendeu o mercado nesta terça-feira, 30, ao apresentar o sucessor do Windows 8, durante evento realizado em San Francisco, na Califórnia. A companhia contrariou expectativas e rumores e saltou de um possível e aguardado Windows 9 para o Windows 10, o qual deve estar disponível no próximo ano. Uma versão preview estará disponível para download nesta quarta-feira, 1º, na Windows Insider, loja de aplicativos do Windows Phone.

De acordo com o diretor-executivo da Microsoft, Terry Myerson, o novo sistema operacional vai unificar plataformas e rodar em todos os tipos de dispositivos — celulares, tablets e desktops —, oferecendo uma experiência personalizada para cada um deles. "Windows 10 será a nossa mais completa plataforma de sempre", disse o o executivo à imprensa que compareceu ao evento. "Não seria correto chamá-lo de Windows 9", explicou, salientando que o Windows possui atualmente 1,5 bilhão de usuários.

Visualmente, o Windows 10 se assemelha tanto com o Windows 7 quanto com o Windows 8. Muitos dos recursos de interface do usuário do Windows 8 ainda estão presentes na nova versão, mas estão inseridos em uma interface mais tradicional do sistema operacional da Microsoft. Uma mudança muito aguardada pelos consumidores é a volta do Menu Iniciar, que conta com blocos dinâmicos de aplicativos, os quais podem ser personalizados pelo usuário, além de opções para desligar e reiniciar o computador.

Foco corporativo

A Microsoft também fez questão de ressaltar a usabilidade do Windows 10 para as empresas. De acordo com a fabricante, o novo sistema operacional cria quase tudo o que as empresas precisam – incluindo segurança de nível empresarial, identidade e recursos de proteção de informação – em maneiras que podem reduzir complexidades e oferecer melhores experiências que outras soluções.

O Windows 10 também vai ajudar na prevenção antecipada de perda de dados, utilizando a separação de dados no nível do aplicativo e do arquivo, permitindo a proteção que acompanha os dados conforme são transferidos de um tablet ou PC para uma unidade USB, e-mail ou na nuvem.

Ainda de acordo com a Microsoft, a implantação e gestão do software foram simplificadas para ajudar a reduzir custos, incluindo atualizações in-loco do Windows 7 ou Windows 8. As empresas também terão a flexibilidade de escolher o quão rápido elas adotam as mais recentes inovações. Além disso, as organizações serão capazes de personalizar uma loja de aplicativos específicos para as suas necessidades e ambiente. Com informações de agências internacionais.

Deixe seu comentário