Microsoft: serviços de nuvem impulsionam em 12% resultado do trimestre

0
0

A Microsoft Corp anunciou nesta quarta-feira, 31, os  resultados para o trimestre que terminou 31 de dezembro de 2017. A receita subiu 12%, US$ 28,92 bilhões. A empresa teve prejuízo líquido de US$ 6,3 bilhões no trimestre em comparação com um lucro de US$ 6,27 bilhões, no mesmo período do ano anterior.

A Microsoft teve uma despesa extra de US$ 13,8 bilhões no trimestre, que resultou em um prejuízo, mas excluindo itens ganhou 0,96 dólares por ação, superando a expectativa média de 0,86 dólares previsto por analistas.

Resultado resumido do trimestre:

Three Months Ended December 31,
 ($ in millions, except per share amounts) Revenue Operating Income Net Income (Loss) Diluted Earnings (Loss) per Share
2016 As Reported (GAAP) $25,826 $7,905 $6,267 $0.80
2017 As Reported (GAAP) $28,918 $8,679 $(6,302) $(0.82)
  Net TCJA Impact 13,800 1.78
2017 As Adjusted for TCJA (non-GAAP) $28,918 $8,679 $7,498 $0.96
Percentage Change Y/Y (GAAP) 12% 10% (201%) (203%)
Percentage Change Y/Y (non-GAAP) 12% 10% 20% 20%
Percentage Change Y/Y (non-GAAP) Constant Currency 11% 10% 20% 20%

 

Os resultados deste trimestre falam com o valor diferenciado que estamos entregando aos clientes em nossas soluções de produtividade e como o provedor de nuvem híbrido de escolha", afirmou Satya Nadella,  CEO da Microsoft. "Nossos investimentos em IoT, dados e Inteligência Artificial em nuvem aceleram o crescimento."

A Microsoft retornou US$ 5 bilhões na forma de recompras de ações e dividendos no segundo trimestre do ano fiscal 2018 (encerrado em 31 de dezembro de 2017).

"Nós entregamos outro trimestre forte com a receita de nuvens comerciais crescendo 56% ano sobre ano para US$ 5,3 bilhões. A plataforma Azure teve crescimento de 98%", disse Amy Hood, vice-presidente executivo e diretor financeiro da Microsoft. "a execução forte de nossas equipes de vendas e parceiros está impulsionando o crescimento em nossos negócios."

A receita de soluções de produtividade e processos empresariais foi de US$ 9 bilhões, aumentou 25%, com os seguintes destaques de negócios:

Os produtos comerciais do Office e as receitas dos serviços em nuvem aumentaram 10% impulsionado pelo Office 365.

Os produtos de consumo de escritório e a receita de serviços em nuvem aumentaram 12%.

O LinkedIn contribuiu com a receita de US$1,3 bilhão durante o trimestre com o crescimento de mais de 20%.

A receita em nuvem inteligente foi de US$ 7,8 bilhões aumento de 15%.

A receita de serviços de suporte corporativos aumentou 5%.

Receita OEM do Windows aumentou 4%.

Os produtos comerciais do Windows e as receitas dos serviços em nuvem diminuíram 4%.

A receita de jogos aumentou 8% impulsionado pelo crescimento da receita de hardware Xbox a partir do lançamento Xbox One X.

A receita do Surface aumentou 1%.

Deixe seu comentário