Cloudera pretende levantar US$ 200 milhões em IPO

0
2

A empresa de software de big data Cloudera apresentou nesta sexta-feira, 31, pedido de IPO (Initial Public Offering) na Bolsa de Valores de Nova York, com objetivo de levantar US$ 200 milhões.

Segundo informações da empresa, ela teve receitas de US$ 261 milhões em seu anos fiscal de 2017, encerrado em janeiro passado, contra US$ 166 milhões em 2016. Ela reduziu seu prejuízo de US$ 203 milhões em 2016 para US$ 187 milhões em 2017.

A Cloudera, fundada em 2008, oferece software e serviços que permitem que as empresas armazenem enormes quantidades de dados sobre hardware barato via Hadoop.

Ela atraiu a atenção de investidores anjo e de capital de risco, incluindo Diane Greene, cofundadora da VMware que agora está gerenciando o negócio de nuvem do Google; Caterina Fake, cofundadora do Flickr e presidente da Etsy. Greene e Fake estão programadas para retirar suas ações neste IPO, de acordo com PitchBook.

A maioria das receitas da Cloudera provém de assinaturas, que geralmente são vendidas por períodos de um a três anos, mas a empresa também depende de serviços profissionais, treinamento e educação.

A empresa recentemente introduziu serviços em nuvem. Nos próximos anos, a empresa pretende ser focar no mercado de marketing em sistemas mais inteligentes como IBM Watson e em cloud AWS.

A empresa tinha 1.470 funcionários até 31 de janeiro passado e mais de dois mil clientes.

Deixe seu comentário