Dois meses após adquirir a Beats, Apple deve demitir 200 empregados

0
0

A Apple planeja eliminar cerca de 200 postos de trabalho da Beats Electronics, fabricante de fones de ouvido e fornecedora do serviço de música por assinatura Beats Music, segundo o The Wall Street Journal. A fabricante do iPhone adquiriu a empresa em maio deste ano, por US$ 3,2 bilhões.

As demissões irão atingir principalmente as áreas de recursos humanos, finanças e serviços de apoio, de acordo com o site 9to5Mac. A Bloomberg divulgou que os cortes ocorrerão nas áreas em que há sobreposição de cargos entre as empresas. Os 200 empregos representam cerca de 40% do quadro de funcionários da Beats, disse o New York Post.

Os ex-proprietários da Beats, o rapper Dr. Dre e Jimmy Iovine, magnata da música, que foram incorporados pela Apple, continuarão desempenhando a função de garotos-propaganda, com aparições em conferências e eventos corporativos. De acordo com o site 9to5Mac, o chefe de criação, Trent Reznor, que também é vocalista do Nine Inch Nails, e o CEO da Beats Music, Ian Rogers, também serão mantidos pela Apple.

Na segunda-feira, 27, os órgãos reguladores da União Europeia aprovaram o negócio entre as empresas.

Deixe seu comentário