TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Tráfego de dados em dispositivos móveis deve crescer 300% até 2017, indica estudo

Postado em: 03/07/2013, às 13:11 por Redação

O tráfego de dados em dispositivos móveis deve registrar expansão de 300% até 2017, sendo que as transmissões de vídeo e web terão uma taxa média de crescimento composto anual (CAGR, na sigla em inglês) de 42% e 30%, respectivamente, segundo dados da Strategy Analytics. Isso, segundo a consultoria, representa um desafio para as operadoras de rede, que terão melhorar a qualidade dos serviços e garantir a satisfação do usuário com a geração de dados em smartphones.

No ano passado, o tráfego de vídeos representou 1,5 exabytes de dados e a expectativa é que este número cresça para 8,6 exabytes em 2017. A consultoria estima que a navegação na web móvel, que representou 2,6 exabytes de dados em 2012, suba para 9,3 exabytes daqui a quatro anos.

A Strategy Analytics destaca que o tráfego de dados tem praticamente dobrado anualmente com o aumento da penetração dos smartphones e o lançamento de serviços de mídia mais atraentes. "À medida que os mercados desenvolvidos amadurecem, esperamos uma desaceleração no crescimento do tráfego para a taxa CAGR de 32%, mas ainda assim vai forçar as operadoras a encontrar novas maneiras de lidar com o grande volume de dados, que deve crescer de 5 exabytes para 21 exabytes por ano até 2017", declarou o diretor executivo de apps e mídia da Strategy Analytics, David MacQueen.

Em entrevista ao blog de tecnologia TecCrunch, MacQueen disse que os números incluem serviços de dados que abrangem todos os tipos de telefones celulares no mundo, mas exclui o tráfego em tablets. Segundo ele, a maior parte desse tráfego vem do uso de smartphones em vez de aparelhos mais básicos.

Complementando as informações, Susan Welsh de Grimaldo, diretora de redes sem fio e serviços de plataformas da consultoria, explicou que as operadoras móveis estão cada vez mais preocupadas com a entrega de custo eficaz de uma boa experiência de vídeo móvel em smartphones com 3G, 4G e Wi-Fi. "Mais criticamente, portadores estão perguntando como rentabilizar este crescimento do tráfego de vídeo para lucrar com grandes investimentos em atualizações de rede LTE e outros."

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial