TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Acionistas da Dell aprovam venda para CEO e fundador da fabricante por US$ 24,9 bilhões

Postado em: 12/09/2013, às 12:08 por Redação

Depois de uma longa batalha para fechar o capital da Dell, Michael Dell finalmente alcançou seu objetivo nesta quinta-feira, 12. A proposta do CEO e fundador da empresa, em consórcio com o fundo Silver Lake Partners, foi aprovada pelos acionistas, que receberão US$ 13,75 em dinheiro por ação ordinária em circulação, além do pagamento de dividendos de US$ 0,13 por ação. O acordo também inclui um dividendo trimestral regular de US$ 0,08 por ação a ser pago no terceiro trimestre fiscal da empresa, que se encerra em novembro. O total da transação está avaliado em US$ 24,9 bilhões.

"Estou satisfeito com este resultado e estou energizado para continuar a construção da Dell como fornecedora líder da indústria de soluções tecnológicas escaláveis end-to-end", disse Michael Dell em comunicado. "Como uma empresa privada, com um forte parceiro de private equity, vamos atender nossos clientes com um único propósito e conduzir as inovações que irão ajudá-los a alcançar seus objetivos."

A votação encerra uma longa novela para decidir sobre o destino da fabricante de PCs, que anunciou em fevereiro a intenção de fechar o capital para tentar reverter a crise em que a companhia se encontra, direcionando o foco de atuação para as áreas de serviços e de hardware para empresas. Contudo, ao longo das negociações muitos impasses surgiram. Para cobrir a oferta de Michael Dell, inicialmente avaliada em US$ 24,4 bilhões (US$ 13,65 por ação), o fundo de investimentos Blackstone Group ofereceu US$ 14,25 por ação para adquirir a empresa integralmente, mas logo desistiu da disputa após afirmar ter descoberto que a empresa está se deteriorando mais rápido que o previsto.

O maior rival de Michael Dell na batalha pela recompra de ações, contudo, foi o megainvestidor ativista e um dos principais acionistas da empresa, Carl Icahn, que inicialmente incluiu na proposta a compra de US$ 2 bilhões das ações restantes da empresa por US$ 15 cada, US$ 5 bilhões em compromisso de equity capital e US$ 2 bilhões adicionais em financiamento de caixa, visando também barrar o fechamento do capital da companhia. Icahn fez inúmeros movimentos para convencer os acionistas de desistir da oferta do CEO, alegando que o preço baixo desvaloriza a empresa. Além de aumentar sua participação na Dell e firmar parceria com o fundo de investimentos Southeastern Asset Management, o megainvestidor aumentou sua oferta por diversas vezes.

A queda de braço se estendeu durante meses, com a votação sendo adiada por três vezes, e culminou na desistência de Icahn, que nesta segunda-feira, 9, protocolou carta aberta aos acionistas na Securities and Exchange Commission (SEC) desistindo da batalha pela fabricante, o que facilitou aprovação da proposta de Michael Dell nesta quinta.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , ,

1 Comentário

  1. Avatar Valmir disse:

    Carl Icahn é muito esperto. Com certeza ele deve ter vendido as ações dele direto para o Michael Dell por US$20,00 cada uma. Só assim ele desistiria do negócio…

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial