TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Estreia da Zendesk na bolsa com alta de 50% deve estimular novos IPOs, preveem analistas

Postado em: 16/05/2014, às 17:57 por Redação

Com a queda por dois meses consecutivos nas ações das empresas de tecnologia dos Estados Unidos, não deixa de ser motivo para comemorações a abertura de capital da Zendesk, fornecedora de software em nuvem para atendimento ao cliente, na Bolsa de Nova York (NYSE), na última quarta-feira, 14. A oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), que teria tudo para ter sido relativamente rotineira no ano passado ou mesmo alguns meses atrás, já vem sendo considerada uma das mais bem-sucedidas deste ano, e vai servir de termômetro para o mercado de tecnologia, cujos papéis vêm registrando quedas sucessivas desde abril.

Na quarta-feira, as ações da Zendesk — que mantém uma subsidiária no Brasil — abriram cotadas a US$ 11,89, acima do preço inicial, de US$ 9 por ação, e continuaram subindo no decorrer do dia, encerrando o pregão negociadas a US$ 13,43, valor 49,2% superior ao preço de IPO.

Esse bom desempenho na estreia ajudou a acalmar o mercado e mostrou que algumas empresas — aquelas que têm uma boa carteira de clientes e capacidade de geração sustentável de receita — podem abrir o capital e se dar bem. "Ainda há apetite [no mercado]", disse Brent Gledhill, chefe de operações do fundo de investimentos em empresas William Blair, ao jornal Silicon Valley Business. "Ainda vemos IPOs bem-sucedidos. Ainda temos outros a serem feitos, pois há um patamar mais alto."

O IPO da Zendesk pode também conferir maior racionalidade ao mercado de capitais nos EUA, principalmente no que diz respeito aos preços das ações da oferta inicial. A maioria dos especialistas concorda que isso seria uma mudança saudável, já que o mercado de IPO experimentou um superaquecimento nos últimos tempos.

Outro aspecto que deve contribuir para isso é que IPOs com preços de arregalar os olhos ficaram mais restritos, tanto que algumas empresas que tinham planejado abrir o capital em breve decidiram esperar.

A correção de rota veio em abril, quando o índice composto da Nasdaq sofreu sua maior perda desde 2011. Grandes empresas de tecnologia do Vale do Silício que abriram o capital nos últimos dois anos perderam cerca de 50% do seu valor de pico no mercado, de acordo com uma análise do jornal Mercury News.

Para os especialistas, no entanto, a estreia forte do Zendesk dará início a uma nova temperada de IPOs, aquecendo o mercado a partir do segundo semestre, que é quando está prevista a abertura de capital da gigante chinesa do comércio eltrônico Alibaba na Bolsa de Nova York.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial