TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Emergentes concentarão um terço dos gastos com armazenamento corporativo até 2017

Postado em: 17/06/2013, às 18:35 por Redação

Os mercados emergentes — América Latina, Ásia-Pacífico e Japão e Europa Central e Oriental, Oriente Médio e África (CEMA) — serão responsáveis por um terço dos gastos com sistemas de armazenamento corporativo até 2017, acima dos 28% registrados no ano passado, de acordo com dados da IDC. A pesquisa destaca que a região CEMA superará o Japão em termos de gastos corporativos e de usuários em 2014, enquanto a Ásia-Pacífico, excluindo o Japão, vai tomar a posição da Europa Ocidental, em 2015, como a segunda maior região neste mercado, atrás apenas dos Estados Unidos.

"Algumas regiões emergentes, especificamente, Ásia-Pacífico e Japão, Oriente Médio e África, continuarão crescendo a taxas elevadas, impulsionadas pela demanda de longo prazo para o armazenamento e a criação de novas infraestruturas de armazenamento em economias em rápido crescimento", disse a diretora de pesquisa de sistemas de armazenamento da IDC, Natalya Yezhkova. "Outras regiões emergentes devem manter as taxas de crescimento que são comparáveis às das regiões mais maduras." A consultoria explica que  os clientes de regiões emergentes estão menos ligados às infraestruturas legadas e são mais abertos a considerar uma ampla gama de soluções, incluindo produtos de fornecedores regionais e locais e as ofertas de serviços em nuvem.

No geral, gastos de usuários finais deve crescer a uma modesta taxa de crescimento anual composta (CAGR, na sigla em inglês) de 4,1% durante o período de previsão 2012-2017, atingindo US$ 42,5 bilhões em quatro anos. No entanto, uma desaceleração no crescimento da receita não significa que a demanda do usuário final para sistemas de armazenamento será reduzida. Mídias digitais e conteúdo, proteção de dados e arquivamento estarão entre os principais impulsionadores da demanda contínua por mais capacidade de armazenamento.

A consultoria destaca também que a adoção de tecnologias de eficiência de armazenamento e serviços em nuvem contribuirão para o crescimento mais lento das remessas de sistemas de capacidade de armazenamento. Mais de 102 exabytes (EB) externos e de 36 EB internos desse sistemas serão embarcados em 2017, número ainda significativamente maior do que os 20 EB externos e 8 EB internos embarcados em 2012. O crescimento anual da capacidade de armazenamento enviado deverá permanecer moderado entre 35% e 40% para armazenamento externo e 33% e 38% para o armazenamento interno.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial