TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

CEA francesa usará supercomputador em testes nucleares

Postado em: 21/02/2006, às 19:23 por Redação

A Agência de Energia Atômica (CEA) francesa anunciou nesta terça-feira (21/2) que o supercomputador Tera-10, desenvolvido pela Bull, que entrou em operação no fim do ano passado, obteve os níveis esperados de desempenho com as aplicações que estavam sendo utilizadas para testar sua configuração, vários dias antes do prazo estimado.

Para Jean Gonnord, gerente do projeto de simulação digital e de TI do Military Applications Directorate da CEA, com o supercomputador a Bull marca o retorno da Europa à computação de alta performance (HPC). ?Está começando a ser implementada na França, e mais amplamente na Europa, uma política real voltada para HPC, como as que existem há muito tempo nos Estados Unidos, Japão e, agora, também na China."

O Tera-10, que ocupa uma área de 800 metros quadrados na CEA, tem como objetivo testar e garantir a segurança e a confiabilidade do poder nuclear da França, sem a necessidade da realização de testes nucleares reais. Em um cluster de 602 nós NovaScale, com 4.352 processadores duplos Intel Itanium 2 (Montecito) para as operações de cálculo, interconectados via rede de alto desempenho QsNet, da Quadrics, o Tera-10 é capaz de executar até 60 trilhões de operações por segundo (60 teraflops)

De acordo com o ?Top 500 Supercomputers?, ranking realizado pelas Universidades de Mannheim, na Alemanha, e do Tennesse, nos Estados Unidos, o Terá-10 certamente entrará para a lista dos cinco supercomputadores mais poderosos do mundo, provavelmente no segundo semestre.

O Tera-10, segundo a Bull, tem o poder de 8.704 processadores, 30 TB de memória central e 1 Petabyte (um quatrilhão) de espaço em disco e 100 Gbps de largura de banda. Ele utiliza sistema operacional Linux e o sistema de arquivo paralelo Lustre, plataforma de software baseada em componentes de código-fonte aberto que é integrada pela Bull no seu centro localizado em Grenoble, na França.

Recentemente, o equipamento foi elogiado por Georges Charpak, Prêmio Nobel de Física, que disse que o maior acontecimento de 2005 foi o "supercomputador Tera-10 criado pela Bull, utilizado pela CEA para pesquisa".

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial