TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Portolog vai controlar o tráfego de caminhões e cargas nos portos brasileiros

Postado em: 23/06/2014, às 10:48 por Redação

A Secretaria de Portos, em parceria com o Serpro, prepara um novo sistema para aprimorar o sistema portuário nacional — o Portolog – Cadeia Logística Portuária Inteligente. A solução, que  integra o conjunto de sistemas do chamado Porto sem Papel (PSP), vai organizar o sequenciamento de chegada dos caminhões nos portos. O objetivo é acabar com as longas filas formadas por esses veículos enquanto aguardam para efetuar carga e descarga nos navios. O sistema fará um monitoramento dos veículos desde a sua origem até o destino e utilizar esses dados para ordenar a chegada nos portos. A ideia é controlar o fluxo dos caminhões e, desta forma, reduzir as filas.

O sistema encontra-se em fase final de desenvolvimento pelo Serpro, e sua implantação já está sendo planejada. Inicialmente, por determinação da Secretaria de Portos, será feito um piloto no porto de Santos. "Essa é uma decisão estratégica. Foi assim com os outros sistemas do PSP, o início da implantação ocorreu no porto de Santos por ser o maior do país. O sistema que funcionar no maior dos portos, certamente irá funcionar em todos os demais", destaca Lisley Paulela, gerente do PSP no Serpro.

O piloto consiste em utilizar o Portolog para monitorar uma determinada cadeia logística e, a partir deste momento, começar uma avaliação de ajustes necessários e adequações do sistema às características do porto. Atualmente o projeto abrange 15 portos e, assim como aconteceu com os outros sistemas do PSP, a implantação do Portolog será incremental, ou seja, porto a porto.

Como vai funcionar

Os caminhões deverão ser liberados pelo sistema antes de chegarem até o porto e aqueles que não obtiverem a liberação deverão aguardar nas áreas de apoio logístico. A ordem de liberação dos caminhões, para saírem dessas áreas, poderá ser modificada de acordo com novas diretrizes. Isso significa que, à medida que novas informações entrarem no sistema, o sequenciamento poderá ser reprogramado. Para tanto, o Portolog será atualizado constantemente e vai compartilhar informações com os demais sistemas do PSP. Os sistemas vão compartilhar informações entre si e operar integrados, portanto, se houver atraso do navio ou algum outro impedimento, o caminhão poderá não ser liberado para ir até o porto.

O acompanhamento das cargas será realizado por meio de uma tag eletrônica (etiqueta) instalada no caminhão. A tag irá fornecer dados ao sistema quando o caminhão passar pelos pontos de controle. Esses pontos podem ser balanças, pedágios ou locais específicos para captação dos dados, através de antenas. A instalação das tags nos caminhões será feita pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) a partir de um recadastramento, em caráter obrigatório. Essas tags serão utilizadas para controle da própria ANTT sobre os transportes de carga no país e terá dados compartilhados com o Portolog.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial