TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Número de conexões M2M atingirão mais de 1,6 bilhão até 2024, segundo estudo da Juniper Research

Postado em: 25/07/2019, às 20:29 por Redação

Um novo estudo da Juniper Research descobriu que o número global de conexões M2M celulares atingirão 1,6 bilhão até 2024; subindo de 596 milhões em 2019. Este é um crescimento de 165% nos próximos 5 anos. A empresa prevê que o provisionamento remoto e as medidas antifraude inovadoras possibilitadas pelas tecnologias SIM incorporadas impulsionarão a adoção de serviços M2M celulares em setores-chave, incluindo automotivo, cidades inteligentes e agricultura conectada. SIMs embarcados, ou eSIMs, são módulos de hardware criados diretamente em dispositivos M2M.

A pesquisa "M2M: Key Verticals, Technology Analysis & Forecasts 2019-2024" descobriu que a adoção de eSIMs crescerá 350% nos próximos 5 anos; ultrapassando um 1 bilhão de eSIMs globalmente até 2024. Isso motivou os fornecedores de eSIM a adicionar módulos que suportem tecnologias emergentes, incluindo redes M2M de 5G e de baixa potência, o quanto antes para aumentar a adoção

O autor da pesquisa, Elson Sutanto, comentou que "os eSIMs continuarão a ser essenciais para acelerar a adoção de serviços M2M. Oferecer o padrão eSIM em todas as tecnologias de celular maximizará o valor da tecnologia em todos os setores de M2M".

5G representa apenas 1% das conexões M2M globais até 2024

A pesquisa também descobriu que o impacto da 5G no mercado de M2M será limitado nos próximos 5 anos. A previsão é de que apenas 15 milhões de conexões 5G estejam em uso até 2024, após o lançamento da rede comercial inicial este ano. A pesquisa antecipou que o setor automotivo seria o principal adotante da indústria nos próximos 5 anos; representando 70% das conexões 5G M2M até 2024.

A pesquisa prevê que o alto custo do 5G e a familiaridade dos usuários finais com as redes celulares estabelecidas levarão a uma hesitação inicial na adoção. Em resposta, instou os provedores de serviços M2M a garantir que seus serviços explorassem totalmente os recursos avançados da tecnologia 5G, como o fatiamento de rede, para migrar os usuários para redes 5G.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial