TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Cloud reforça resultados da Microsoft, mas ações caem 3% na Nasdaq

Postado em: 30/01/2019, às 21:23 por Redação

A Microsoft Corp. anunciou nesta quarta-feira, 30, os resultados para o trimestre encerrado em 31 de dezembro de 2018, que apresentou 12% de crescimento em comparação com o período correspondente do último ano fiscal, totalizando US$ 32,5 bilhões em receitas. O lucro operacional foi de US$ 10,3 bilhões, aumentou de 18%. O lucro líquido foi de US$ 8,4 bilhões.

No entanto, as ações caíram 3% na Nasdaq, pois decepcionou as expectativas dos analistas de Wall Street, pois a Azure, principal produto de nuvem da Microsoft, teve crescimento de 76% de receita no trimestre, abaixo dos 98% de aumento no ano anterior. 

"Nossos fortes resultados de nuvem comercial refletem nossas parcerias profundas e crescentes com empresas líderes em todos os setores, incluindo varejo, serviços financeiros e saúde", disse Satya Nadella, CEO da Microsoft. "Estamos entregando valor diferenciado em toda a nuvem e borda, enquanto trabalhamos para conquistar a confiança do cliente todos os dias."

"Nossa sólida execução gerou outro trimestre sólido, com a receita de nuvem comercial crescendo 48% ano a ano para US$ 9,0 bilhões", disse Amy Hood, vice-presidente executiva e diretora financeira da Microsoft. "Continuamos a fazer investimentos estratégicos para capturar expansão oportunidades de mercado para impulsionar o crescimento em nossos negócios".

Receitas por produtos

A receita de softwares de Produtividade e Processos de Negócio foi de US$ 10,1 bilhões, cresceu 13%, com os seguintes destaques de negócios:

· Receita de produtos comerciais e serviços de nuvem do Office aumentou 11% impulsionada pelo crescimento da receita comercial do Office 365 de 34% (alta de 33% em moeda constante);

· As receitas de produtos do Office Consumer e de serviços em nuvem aumentaram 1% com o crescimento nos assinantes do Office 365 Consumer para 33,3 milhões;

· Receita do LinkedIn aumentou 29% com nível recorde de engajamento destacado pelas sessões do LinkedIn com crescimento de 30%;

· A receita de produtos e serviços em nuvem da Dynamics aumentou 17% impulsionada pelo crescimento da receita do Dynamics 365 de 51%;

A receita do Intelligent Cloud foi de US$ 9,4 bilhões e aumentou 20%, com os seguintes destaques de negócios:

· A receita de produtos de servidor e serviços de nuvem aumentou 24%; impulsionada pelo crescimento de 76% na receita do Azure;

· A receita de Serviços Corporativos aumentou 6%

A receita de Computação Pessoal foi de US$ 13,0 bilhões e cresceu 7%, com os seguintes destaques de negócios:

· A receita do Windows OEM caiu 5%.

· A receita de produtos comerciais Windows e serviços em nuvem aumentou 13%;

· Receita do Surface aumentou 39%;

· A receita de jogos aumentou 8% com o crescimento de receita de software e serviços do Xbox de 31%;

· A receita de publicidade de pesquisa, excluindo os custos de aquisição de tráfego, aumentou 14%.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial