TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Lenovo encerra ano fiscal com queda na receita líquida e prejuízo de US$ 128 milhões

Postado em: 30/05/2016, às 20:11 por Redação

A Lenovo divulgou os resultados financeiros do quarto trimestre e do ano fiscal de 2015-2016, encerrado em 31 de março. Embora o lucro líquido no trimestre tenha saltado 81% no trimestre, para US$ 180 milhões, contra US$ 100 milhões registrados no fiscal anterior. No exercício completo a empresa teve prejuízo de US$ 128 milhões. A receita da fabricante chinesa de PCs no trimestre contabilizou US$ 9,1 bilhões, cifra 19% inferior aos US$ 11,3 bilhões apurados um ano antes. No ano fiscal, a receita totalizou US$ 44,9 bilhões, redução de 3% em relação ao ano anterior.

O lucro bruto no exercício completo foi de US$ 6,6 bilhões, uma queda de 1% em relação ao ano fiscal anterior. O lucro bruto do quarto trimestre foi de US$ 1,5 bilhão, uma queda de 15%. A margem bruta foi de 14,8% e 16,6% para o ano e para o trimestre, respectivamente. O prejuízo operacional no ano fiscal foi de US$ 62 milhões e o lucro no trimestre de US$ 248 milhões, um aumento de 95% em relação a igual período do ano anterior.

A empresa atribui os resultados fracos às condições econômicas e industriais desafiadoras que prejudicam o seu crescimento.

Segmentos de mercado

A unidade de negócios PC Group (PCG), que inclui computadores pessoais e tablets com Windows, contabilizou vendas trimestrais de US$ 6,2 bilhões, com receita bruta antes dos impostos de US$ 312 milhões, uma queda de 20% em relação ao ano anterior. A margem de lucro antes de impostos foi mantida em 5% no trimestre. A Lenovo embarcou 12,1 milhões de computadores pessoais no trimestre.

Já a unidade Mobile Business Group (MBG), que inclui produtos da Motorola, o negócio de telefonia móvel da marca Lenovo, tablets Android e smart TVs, totalizou vendas trimestrais de US$ 1,7 bilhão. A Lenovo registrou 10,9 milhões de remessas no quarto trimestre e 66,1 milhões no ano completo. A Motorola contribuiu com mais de 5 milhões de unidades no trimestre para o total e adicionou US$ 1 bilhão à receita da divisão.

Por fim, a divisão Enterprise Business Group (EBG), que inclui servidores, armazenamento, software e serviços vendidos tanto sob a marca Lenovo ThinkServer e a unidade de serviços System x, contabilizou vendas de US$ 4,6 bilhões, aumento de 73% impulsionado por ganhos em hiperescala na China no ano completo, enquanto a receita do trimestre caiu 8% para US$ 1 bilhão.

A divisão foi renomeada como Data Center Group. O grupo vai buscar o crescimento das receitas em mercados maduros com um modelo de vendas mais adaptado, estrutura de negócios de ponta a ponta e foco de liderança dedicado. Vai aproveitar a parceria com empresas como SAP, Nutanix, Juniper e Red Hat para captar segmentos de crescimento elevado no mercado de data center.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial