TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto vai implantar novo sistema de gestão

Postado em: 30/07/2018, às 15:14 por Redação

A T-Systems e o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCRP-USP) acabam de fechar um acordo de R$ 35 milhões. O contrato, com validade de cinco anos, prevê a implementação do SAP 4/HANA, além da modernização de 47 aplicativos e sistemas hospitalares utilizados atualmente pela instituição.

De acordo com o superintendente do HCFMRP, Benedito Carlos Maciel, o acordo nasceu da necessidade de aprimoramento do sistema de informações da instituição. "Durante mais de 20 anos investimos em um sistema próprio, mas não estávamos conseguindo acompanhar os avanços e moderniza-lo", explica.

O acordo foi fechado com base na lei de inovação. Depois de um período de pesquisa do mercado, o HCFMRP entendeu que as soluções existentes não atendiam às suas necessidades e decidiu buscar um parceiro que desenvolvesse algo específico para a complexidade de suas operações. "Temos a perspectiva de que esta solução, que será concebida com a união de nossas experiências, venha a ser disponibilizada para o mercado no futuro", prevê o superintendente.

Maciel tem a expectativa de, ao final do período de implementação, contar com um dos sistemas de informações hospitalares mais modernos do País. Ele lembra que o novo sistema será continuamente modernizado para atender as expectativas de um hospital do tamanho do HCRP.

Sobre o investimento no projeto, o superintendente lembra que boa parte dele virá de uma série de economias que serão obtidas a partir da entrada em operação do sistema. "Temos uma série de gastos que deixarão de ser feitos à medida que partes do sistema entrarem em operação", prevê.

Saúde e pesquisa

De acordo com Adriano Silva, engenheiro de computação da T-Systems Brasil, uma vez concluído, o projeto do HCFMRP tem o potencial de impactar indiretamente cerca de 4 milhões de pessoas. Atualmente o hospital é referência da 4ª regional de saúde de São Paulo, que atende 90 cidades da região de Ribeirão Preto. "O complexo conta hoje com 7,3 mil funcionários e realiza cerca de 4,8 mil atendimentos diariamente", afirma.

O executivo explica que o projeto tem duas frentes. A primeira prevê a implementação do SAP 4/HANA para o back office administrativo e financeiro do hospital. Em outra frente, serão totalmente reconstruídas 47 aplicações hospitalares sobre uma nova plataforma de sistemas que conta com o que há de mais atual a nível de tecnologia, como por exemplo, Cloud Computing, IoT, Big Data, Blockchain, Inteligência Artificial, Machine Learning, entre outras.

"Estamos falando de novas formas de interação entre usuário e sistema, como reconhecimento de gestos em salas de cirurgia, reconhecimento de voz, uso de aparelhos móveis para agendamento de consultas e checagem de exames, realidade aumentada para apoiar a análise de exames de imagens, internet das coisas integrando equipamentos e dispositivos médicos e blockchain para garantir a rastreabilidade e segurança de todas as transações", resume Silva, lembrando que o grande objetivo do projeto é criar ferramentas que facilitem o trabalho do corpo clínico hospitalar e assim promova um melhor atendimento para a população.

Em outra frente, a T-Systems vai habilitar mecanismos avançados de processamento e análise de dados que contribuirão para o aprimoramento de pesquisas científicas, uma vez que a instituição forma anualmente cerca de 4,5 mil profissionais de saúde entre alunos de graduação, pós-graduação, residência médica e aprimoramento. "Estes profissionais, mais os potenciais pacientes, serão usuários dos sistemas que vamos implementar", lembra Silva.

O projeto tem duração prevista de cinco anos, sendo o primeiro dedicado à implementação do sistema SAP e os demais para a modernização dos sistemas médicos. Para isso, estão envolvidos no projeto mais de 120 profissionais, sendo 39 da T-Systems e mais de 80 do hospital.

"Estamos contribuindo para um grande avanço da medicina brasileira, quando tudo estiver em operação, o HCFMRP será capaz de habilitar um novo modelo de medicina, a chamada medicina personalizada, onde as práticas e decisões médicas poderão ser adaptadas para cada paciente, baseadas em informações genéticas e clínicas de cada indivíduo.", prevê o executivo.

Sobre o Hospital

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo é um hospital público universitário, associado à Universidade de São Paulo, através da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, para fins de ensino e pesquisa e vinculado à Secretaria de Estado da Saúde para fins de atenção à Saúde da população, sendo referência terciária e quaternária no sistema público de Saúde, por meio de convênio mantido com o Ministério da Saúde, para atendimento dos pacientes procedentes do Sistema Único de Saúde – SUS, de uma região que conta com uma população total estimada em 4 milhões de habitantes.

Classificado como hospital geral, de alta complexidade, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo conta com 873 leitos, abriga em torno de trezentas diferentes especialidades ou subespecialidades médicas, clínicas e cirúrgicas e atividades multiprofissionais em saúde. Além do atendimento à saúde, o Hospital tem dois outros papéis sociais também muito relevantes: por um lado, constitui um importante centro de formação de pessoal especializado na área da saúde. Anualmente, em torno de 4.600 pessoas realizam a formação ou treinamento profissional na unidade, incluindo alunos de graduação de diversas profissões. Entre eles estão alunos de pós-graduação, inscritos em programas de mestrado, de doutorado, de mestrado profissional, residentes multiprofissionais, médicos residentes e inscritos em programas de complementação especializada e estagiários, profissionais de saúde em programas de aprimoramento.

O Hospital, inclusive, abriga o Centro Interescolar, uma escola técnica autorizada pelo Ministério da Educação, que ministra cursos técnicos profissionalizantes em várias áreas da saúde. Por outro lado, o Hospital oferece sua infraestrutura aos docentes da Faculdade de Medicina e Escola de Enfermagem para realização de pesquisas clínicas com diferentes tipos de ênfase (terapêuticas, fisiopatológicas, experimentais, epidemiológicas, gestão em saúde). Anualmente, são realizados aproximadamente 450 novos projetos de pesquisa na Unidade.

Desses estudos resulta um número expressivo de publicações científicas nacionais e internacionais, bem como a defesa de dissertações de mestrado e teses de doutorado. Através da Unidade de Pesquisa Clínica, o Hospital oferece apoio técnico para o desenvolvimento dessas pesquisas. Em pouco mais de uma década, constituiu-se em torno do HC um verdadeiro complexo de saúde, em parceria com a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (FMRPUSP), a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do HCFMRPUSP (FAEPA) e a Prefeitura de Ribeirão Preto, atendendo a todos os preceitos de atenção à saúde, preconizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) nos níveis primário, secundário e terciário. Este complexo hospitalar compreende um total de 1.076 leitos, dos quais 110 de terapia intensiva, 319 salas de atendimento ambulatorial, 43 salas cirúrgicas e 32 ambulatórios, cujas atividades são desenvolvidas por, aproximadamente, 7.300 funcionários.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial