TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Amazon Web Services lança serviço de migração de banco de dados para a nuvem

Postado em: 15/03/2016, às 18:30 por Redação

A Amazon Web Services, braço da varejista online no segmento de serviços de nuvem e servidores, anunciou nesta terça-feira, 15, o lançamento do AWS Database Migration Service, serviço para migração de banco de dados para a nuvem. O serviço, que estava em exibição no modo visualização desde outubro do ano passado, a partir agora estará disponível para as empresas que queiram migrar para a AWS, de acordo com o The Wall Street Journal.

Há muito tempo o mercado aguardava a liberação do novo serviço, já que a migração da totalidade de um banco de dados para a nuvem de uma grande empresa pode levar meses ou anos. No ano passado, a AWS lançou um dispositivo de armazenamento físico chamado Snowball, voltado para empresas que desejam deslocar grandes conjuntos de dados rapidamente.

Mas o AWS Database Migration Service é indicado para corporações que queiram migrar seus bancos de dados para a nuvem da AWS com "o mínimo de inatividade", mantendo os aplicativos em execução durante a migração. "O AWS Database Migration Service garante que as alterações de dados do banco de dados de origem que ocorrem durante e após a migração sejam continuamente replicados. A tarefas de migração podem ser configuradas em minutos no AWS Management Console", afirma em empresa em comunicado.

O lançamento acorre na semana em que Amazon Web Services celebrou o seu décimo aniversário. Considerada por muitos analistas a líder em serviços de nuvem pública, da AWS registrou receita de US$ 7,6 bilhões com serviços de nuvem em 2015, sendo que a receita no quarto trimestre cresceu 69% ano sobre ano.

Na semana passada, o chefe evangelista da AWS, Jeff Barr, escreveu no blog da emprsa: "Uma década atrás, a discussão sobre a computação em nuvem estava centrada em torno de sua adoção. Era algo novo e não comprovado, e levantou a mais questionamentos do que respostas, principalmente em relação aos riscos. Essa época passou. Hoje em dia, ouço falar mais sobre o risco de não ir para a nuvem. Organizações de todos segmentos e tamanhos querem ser ágeis, usar uma infraestrutura moderna e serem capazes de atrair profissionais com um forte desejo de fazer a diferença".

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial