TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Google e Microsoft aderem a código de conduta para repressão à pirataria online

Postado em: 15/07/2013, às 11:44 por Redação

O Google e a Microsoft assinaram acordo de adesão ao código de conduta relacionado à fiscalização de exibição de anúncios em sites de pirataria e venda de produtos falsificados, segundo divulgou nesta segunda-feira, 15, o Escritório de Coordenação de Propriedade Intelectual (Ipec, na sigla em inglês) dos Estados Unidos. Denominado "Guia de boas práticas para redes de publicidade lidar com pirataria e falsificação", o documento se aplica somente às redes de publicidade norte-americanas que operam no país.

Segundo informou o site The Next Web, ambas as empresas se comprometeram a seguir as novas regras, que  incluem opção de 'notificação e queda do sistema' e devem começar a valer no próximo mês para ajudar a reduzir o número de produtos falsificados vendidos pela web.

"As novas práticas devem ajudar a reduzir os incentivos financeiros aos sites piratas, cortando seu suprimento de receita e mantendo uma internet saudável", declarou em comunicado Susan Molinari, vice-presidente de políticas públicas e relações governamentais do Google. "A medida pode resolver a infração e ao mesmo tempo respeitar os valores críticos, tais como o uso justo, privacidade, liberdade de expressão e a liberdade para inovar", adicionou Fred Humphries, vice-presidente de assuntos governamentais da Microsoft.

O gigante de buscas acrescentou ainda que já tinha tomado medidas significativas em muitos dos seus produtos, tais como o sistema de identificação de conteúdo do YouTube e ferramentas de remoção de direitos autorais em sua ferramenta de busca, para proteger a propriedade intelectual e reduzir infrações. No ano passado, o Google desabilitou anúncios em 46 mil sites que violavam políticas de direitos autorais e fechou mais de 82 mil contas que tentavam anunciar produtos piratas.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , ,

1 Comentário

  1. Avatar Ricardo Fritsch disse:

    Algum comentário sobre adesão a algum código de conduta contra a espionagem ?

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial