TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Internet das Coisas será chave da transformação digital da indústria, avalia fornecedora de ERP IFS

Postado em: 26/10/2016, às 19:07 por *Claudiney Santos, de Gotemburgo, Suécia

A exemplo do que acontece no mercado de TI, em que os fabricantes vendem infraestrutura como serviço, o mesmo vai ocorrer com a indústria de manufatura de máquinas. Levantamento feito pela IFS, fornecedora sueca de software de gestão empresarial, 65% dos fabricantes mundiais de máquinas acreditam que nos três próximos anos o modelo de negócio será oferecer os equipamentos como serviço, sendo que as tecnologias de Internet das Coisas (IoT) terão papel fundamental na transformação digital da indústria.

Este foi o cenário apresentado na IFS World Conference 2016, que acontece em Gotemburgo, na Suécia, até esta quinta-feira, 27, ocasião em que a empresa também lançou o IFS IoT Business Connector, um novo produto que promete reduzir drasticamente o tempo de implantação de novos processos de negócios dos clientes através de iniciativas tangíveis de IoT, por meio de uma arquitetura integrada de ponta a ponta que transforma ideias em ações. Apesar de o produto estar previsto para chegar ao mercado somente no começo do ano que vem, a IFS diz que ele já conta com cinco "early adopters", que começaram a testá-lo em 2015.

Segundo pesquisa da IDC realizada em 2015 com empresas europeias, as principais razões para que adotem tecnologias de IoT é, pela ordem, baixo custo operacional (39%), melhoria do serviço de suporte (38%), eficiência e controle nos processos de negócios (26%), modernização e otimização (24%), melhorias em suply chain management e logística (15%).

Para Antony Bourne, diretor global de vendas para o segmento de indústria da IFS, os fabricantes, em vez de venderem uma máquina de produção, como acontece hoje, irão oferecê-la como serviço, em que as soluções de IoT que envolvem analytics, manutenção preditiva e gerenciamento de ativos serão essenciais para medir esse novo tipo de negócio que será pago pelo uso.

O presidente e CEO da IFS, Alastair Sorbie (foto), enfatizou o investimento que a empresa está fazendo na área de mobilidade, criando aplicativos para todo o portfólio de produtos. Ele também ressaltou que na área de soluções de field services, o software IFS Mobile Workforce Management ganhou novos recursos, e na localização do sistema de ERP, o IFS Application versão 9 foi adaptado para o idioma e características dos 60 países nos quais a empresa atua diretamente.

IoT industrial.

Outro produto apresentado no evento foi o IFS IoT Business Connector, que, segundo a empresa, oferece conectividade plug-and-play com o Microsoft Azure IoT Suite para dispositivos conectados e análise de dados,  junto com APIs abertas para se conectar com outras plataformas de IoT ou para aplicações especializadas. Hoje, 34% dos novos clientes da IFS na Europa Ocidental, Escandinávia e Américas usam a solução de nuvem privada Azure da Microsoft.

O IFS IoT Business Connector é voltado para soluções de manutenção preditiva, gerenciamento de ativos e informações analíticas. Tem recursos o como IoT Controller, que determina quais ações tomar quando as análises dos dados apresentarem observações relevantes para os negócios; o IoT Gateway, que conecta e assegura as análises de dados de IoT com comunicações na nuvem; e IoT Discovery Manager, que oferece gerenciamento adicional e capacidades de monitoramento quando associado ao Microsoft Azure IoT Suite como plataforma de "discover"

Dan Matthews, CTO da IFS, explica que uma empresa que pensa em implantar IoT tem de ser pragmática e criar uma solução fim a fim. Os cinco passos recomendados para quem quer iniciar o processo é experimentar a tecnologia, estabelecer um orçamento, desenhar a estratégia e o raodmap, começar a utilizar na organização e envolver os chamados C-Levels (gestores) e finalmente criar a cultura e o DNA da empresa digital.

O IFS IoT Business Conector está atualmente sendo implementado em alguns clientes "early adopters" como a Songa Offshore, contratante internacional de perfuração de petróleo em águas de média profundidade que faz manutenção preditiva das plataformas; a ATS, fornecedora de manutenção de fábricas e serviços de TI nos Estados Unidos, que monitora os equipamentos dos clientes conectados à nuvem Azure; a Anticimex, empresa internacional de controle de pestes que monitora insigths dos equipamentos; e Hecla Mining, mineradora americana de metais preciosos, que usa IoT na manutenção das perfuradoras e nos caminhões (trucks) de transporte.

"Nós decidimos entrar no programa dos clientes pioneiros na adoção da ferramenta porque percebemos o enorme impacto que a tecnologia de IoT pode ter em nosso negócio", afirma Christopher Lebeau, diretor de automação de TI da ATS. "Ao conectar nosso serviço de campo dentro da cadeia de valor nos permitiu automatizar nossos processos para um novo formato e utilizar os insights para tomar decisões de negócios inteligentes."

O CEO da Anticimex, Jarl Dahlfors, afirmou que "o IFS IoT Business Connector nos permite controlar os dados gerados por nossa gama de aparelhos digitais de controle de pragas, com isso melhoramos não só o nosso serviço oferecido aos clientes, como também fornecer as informações de que precisam".

Laboratórios de inovação

No IFS World 2016 também foram mostrados projetos de inovação realizados pelo IFS Labs, como um drone com integração entre o IFS Applications para geração automática de ordens de serviço ao inspecionar ativos. Usando a análise de imagem por computador, o zumbido do drone pode reconhecer uma ruptura em uma linha de energia de alta tensão e gerar automaticamente uma observação que estará registrada através do IFS IoT Business Connector na plataforma do IFS Applications.

ifslabsdrones2

Drones avaliam linhas de alta tensão

O usuário final pode analisar e processar as observações do drone através da interface IFS Lobby, em que informações adicionais, como geolocalização, cruzadas com referências cruzadas do cliente pode ajudar na manutenção apropriada e qual ação do usuário deve adotar para a reparação. Também foram apresentadas na Área de Inovação aplicações de negócios com uso de realidade aumentada em serviços de campo, controle de funções de um carro conectado e impressão 3D de médio formato para produção de peças e outras aplicações.

Outro lançamento foi o IFS Mobile Workforce Management versão 5.8, cujas funcionalidades incluem o planejamento automatizado de recursos, escala de serviços e agendamento de turnos, além de opções de implementação ampliadas em nuvem .

"A nova versão de nossa solução de agendamento dinâmico de trabalho representa um investimento alto em produto, destinado a ajudar nossos clientes a simplificar e automatizar os processos de agendamentos, e ao mesmo tempo manter e melhorar a flexibilidade de nossa solução, com novas opções para implementação em nuvem e gerenciamento do Big Data. Isso ajudará nossos clientes a utilizarem seus recursos de maneira mais eficiente e, em última análise, a pouparem tempo e dinheiro", disse Jørgen Rodge, diretor de produtos para serviços, ativos e soluções da IFS.

A geração de turnos automatizados permite o planejamento automático de turno e registro de funcionários individuais ou grupos, baseando-se em restrições tais como horas de trabalho, número de dias úteis e padrões permitidos de turnos; novas opções de implementação em nuvem trazem funcionalidades como capacidade de planejamento de agendas baseadas no público-alvo que podem agora rodar um ambiente escalável, compartilhado no Microsoft Azure para suportar usuários eventuais, e assegurar a disponibilidade máxima do sistema para a solução de Dynamic Scheduling Engine (DSE).

Com a nova versão é possível ainda a otimização do big data para grandes parametrizações de dados analíticos, para filtrar tarefas e divisão de tempo, assim como suporte inteligente para alocação de tempo do processador;  um novo cockpit de visualização possibilita aos usuários customizarem as performances-chaves para acesso rápido de dados, dando mais eficiência e a experiência positiva para o usuário.

A empresa também anunciou o IFS Product Estimate Management para gerenciar estimativas complexas de preço na apresentação de cotações, buscando aprimorar as vendas e processos de cotação ao calcular de maneira rápida e eficiente os preços de ofertas.

*O jornalista viajou a Suécia a convite da empresa.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial