TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Governo brasileiro solicitou dados de 857 usuários do Facebook no primeiro semestre

Postado em: 27/08/2013, às 16:51 por Redação

Acusado de colaborar estreitamente com o programa de espionagem dos Estados Unidos, fornecendo informações sobre usuários, e também de receber pagamento do governo americano para compensar os custos associados aos pedidos de vigilância, o Facebook divulgou nesta terça-feira, 27, seu primeiro relatório de transparência, que traz dados sobre pedidos feitos por governos ou agências oficiais.

De acordo com o documento, o governo dos Estados Unidos fez cerca de 12 mil pedidos de informações de mais de 20 mil usuários ou contas da rede social nos primeiros seis meses deste ano. Do total, 79% foram atendidos com base na lei, segundo a empresa. Na sequência aparece a Índia, com aproximadamente 3,2 mil solicitações de 4,1 mil usuários; o Reino Unido, com cerca de 1,9 mil requisições de 2,3 mil usuários; a Itália, com 1,7 mil pedidos de 2,3 mil usuários; a Alemanha, com cerca de 1,8 mil postulações de 2 mil usuários; e a França, com 1,5 mil demandas de 1,6 mil usuários. O governo brasileiro aparece em sétimo lugar, com 715 solicitações de informações de 857 usuários, sendo que 33% foram atendidas.

A rede social ressalta que a grande maioria das solicitações diz respeito a casos criminais, como roubos ou sequestros. Os dados liberados incluem também endereço de IP (identificação do computador), nome e registro de atividades e costumam ser pedidos a fim de auxiliar investigações criminais, como em casos de fraudes eletrônicas ou de sequestros, segundo a empresa. "Temos diretrizes rigorosas para lidar com todos os pedidos de dados feitos por governos", diz a empresa no relatório. O Facebook afirma que todos os pedidos feitos durante o período, invariavelmente, constam no documento.

Esta é a primeira vez que o Facebook divulga um relatório de transparência sobre solicitações de dados de usuários feitas por governos. A empresa destaca ainda que continua a pressionar o governo dos Estados Unidos para permitir mais transparência em relação a esses pedidos, incluindo números e tipos específicos de solicitações relacionadas com a segurança nacional. "Nós vamos publicar informações atualizadas a respeito dos Estados Unidos assim que obtivermos a autorização legal para fazê-lo."

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial