TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

2018 será o ano dos ataques baseados em inteligência artificial, prevê Avast

Postado em: 06/02/2018, às 19:04 por Redação

A Avast divulgou um novo relatório de cibersegurança que aponta o surgimento dos primeiros ciberataques com uso de inteligência artificial (AI). Segundo os especialistas da empresa, a combinação de novos e tradicionais ataques vão dominar o cenário de ameaças cibernéticas em 2018, com destaque para o aumento das investidas em massa nos serviços de Blockchain.

A companhia comenta que a crescente disponibilidade de frameworks de aprendizado de máquina com códigos abertos, somada à queda significativa do preço de hardwares poderosos, deverá gerar novas oportunidades para o uso de aprendizado de máquina com o objetivo de driblar os algoritmos das empresas de segurança. Dessa forma, a aposta é que os cibercriminosos vão realizar campanhas mais sofisticadas de phishing.

O relatório também apontou que um número maior de ataques sofisticados em cadeias de fornecimento deverá emergir, bem como um crescimento de malware sem arquivo (fiteless), brechas em dados e ameaças a dispositivos móveis, como Trojans bancários.

Outra tendência que a Avast vê é o uso de ransomware como uma arma regular e mais agressiva para empregar em malware de mineração de criptomoedas e nos ataques a serviços de blockchain à medida que o seu uso se espalha. A empresa estima ainda que as ameaças a malware de mineração e os golpes voltados às moedas digitais vão aumentar, com o crescimento da popularidade das criptomoedas.

Os ataques observados em 2017 também vão continuar ameaçando as empresas, os dados pessoais e a privacidade dos usuários, mirando em PCs, smartphones e dispositivos de Internet das Coisas (IoT). Os especialistas da Avast preveem uma mudança nos vetores dos ataques para 2018, com ameaças às cadeias de fornecimento tornando-se mainstream e as vulnerabilidades da chave RSA sendo potencialmente exploradas para roubar dados e injetar cargas maliciosas em dados assinados.

Quando o assunto é a segurança dos dispositivos móveis, os downloaders, rooters e aplicativos falsos foram as maiores ameaças para os smartphones dos usuários em 2017. A Avast prevê que haverá um grande aumento de app fraudulento, bem como um crescimento de trojans bancários e ransomware em 2018.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial