TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Volvo usa RFID para conseguir eficiência na montagem de automóveis

Postado em: 02/06/2014, às 15:16 por Redação

No comércio de automóveis, os itens personalizados fazem muito sucesso, principalmente no mercado Premium. Os consumidores costumam encomendar uma série de itens opcionais e para os clientes e fabricantes isso significa que estes carros são únicos. A produção torna-se ainda mais complicada uma vez que vários modelos diferentes são montados na mesma linha de produção. Para gerenciar esta variedade, cada veículo precisa ser identificado e rastreado durante todo o processo de produção.

Para resolver essa necessidade, a Volvo, contratou a Confidex para usar a tecnologia RFID para melhorar a sua produção automotiva. Com a ajuda de mais de 2 milhões de tags inteligentes a empresa é capaz de rastrear seus ativos em toda a linha de produção, desde solda e oficina de pintura até o ponto de montagem final.

A companhia optou por uma única solução para todo o processo de produção. Antes, ela usava três diferentes métodos para identificação e rastreamento de cada carro, sendo que na produção a tecnologia de código de barras era usada na fabricação, tags RFID na oficina de pintura e grandes códigos de barras na montagem final. Isso não era suficientemente confiável para obter um processo de fabricação equilibrado, onde qualquer falha afetava todo o rendimento da fábrica.

Com base na política de qualidade e requisitos de desempenho da Volvo, a Confidex desenvolveu uma solução de tag RFID UHF passiva robusta, capaz de suportar condições adversas durante todo o processo de produção. Depois de sair da oficina de soldagem, carrocerias passam para a linha de pintura, em um ambiente mais exigente para as tags utilizadas. Na pintura, o carro é imerso em um banho de eletrólito para prevenção de corrosão, seguido por várias camadas de tinta e uma série de altos fornos de secagem de temperatura. Nestas condições é fundamental que a tag RFID seja resistente e mantenha a sua legibilidade e confiabilidade.

A tag escolhida para atender ao projeto montada sobre o chassi do carro já no início do processo de fabricação, para que a identificação ocorra de forma confiável em todas as etapas. A tag Confidex Corona tem demonstrado confiabilidade durante o processo de fabricação do carro completo, apesar das condições complexas e difíceis.

"A indústria automobilística no Brasil e em alguns países das Américas é bastante forte, e está constantemente em busca de redução de custo e melhorias de processos. A tecnologia RFID, na maneira como implementada pela Confidex, permite atingir ambos objetivos", comentou o diretor geral da subsidiária brasileira , Alexander Dannias. "Já temos clientes da indústria automobilística utilizando nossos produtos na região com ganhos significativos. México, Argentina e Brasil estão no nosso foco para essa linha de produto, que pode ser utilizada para recebimento e controle de partes, inventário, controle de produção, distribuição, manutenção e até fidelização", finaliza.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial