TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Raízen automatiza processos de mapeamento da cana-de-açúcar

Postado em: 16/06/2014, às 16:44 por Redação

Mapear e gerenciar as linhas georreferenciadas utilizadas no processo de colheita mecanizada da cana-de-açúcar é uma tarefa altamente complexa, porém essencial para um dos produtores mais relevantes deste setor no Brasil, a Raízen. Por esse motivo, a empresa resolveu adotar a solução AgroCad para projetos de agricultura de precisão, e integrar as ferramentas de levantamento topográfico e GIS disponíveis no software AutoCad Civil 3D.

Essa solução desenvolvida pela Tecgraf, parceira da Autodesk, oferece os recursos necessários para aumentar a produtividade nas operações de mapeamento para diferentes culturas, especialmente a cana-de-açúcar.
Ao utilizar a solução AgroCAD, a Raízen une os dados de GIS, informações topográficas e importa estes dados para o AutoCAD Civil 3D. A ferramenta então permite que designers esquematizem um projeto para oferecer suporte de guia do GPS para os equipamentos de campo. Posteriormente, a solução de piloto automático reconhece essa trilha e tem autonomia para executar o direcionamento da máquina durante os processos de plantio e colheita mecanizados, sem a interferência manual.

Como a colheita é feita anualmente, o direcionamento pode ser realizado pelo mesmo trajeto onde foi feito anteriormente, sem que haja risco de que as plantas sejam pisoteadas, prejudicando sua brotação.O uso de tecnologias para automatizar a produção é relativamente novo neste setor. A Raízen adotou a tecnologia de direcionamento automático há cerca de três anos e há dois anos adotou o AgroCAD como ferramenta para o processamento das linhas georreferenciadas por esta tecnologia.

"O processamento das linhas georreferenciadas pode ser simplificado e a possibilidade de erros foi drasticamente reduzida", afirma Jefferson Rodrigo Batista de Mello, coordenador de geotecnologias da Raízen. "Um dos ganhos no processo se deu no momento de consolidar e interpretar os arquivos gerados. A conferência pelo modelo digital se tornou mais simples, e economizamos aproximadamente 40% de tempo para esta etapa. Uma vez que o retrabalho é evitado, há um aumento da confiabilidade no dado que a solução gera", completa.

De acordo com a Tecgraf, essa solução, que foi desenvolvida baseada na necessidade de várias empresas do setor de agronegócio, pode reduzir também o gasto com combustível em até 20%, por conta da redução significativa de manobras de equipamentos agrícolas em campo.

O setor de agronegócios busca incansavelmente melhorar o aproveitamento das áreas ocupadas através do aumento da produtividade. Por esta razão, tem se mostrado muito disposto à automatização. Prova disso é que, de acordo com a ABES (Associação Brasileira de Empresas de Software), houve um aumento de 72,5% de 2010 a 2012 no que se refere à aquisição de softwares para setores agrícolas.

"Nossos produtos estão se tornando cada vez mais versáteis, quando, por exemplo, vemos a aplicação da ferramenta em mercados como o do agronegócio", afirma Marcelo Landi, presidente da Autodesk Brasil. "Nossa expectativa é que junto com nossos parceiros, consigamos desenvolver soluções para setores tão específicos quanto este", complementa o executivo.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , ,

2 Comentários

  1. Avatar Maxwell Camilo Nolasco disse:

    Prezados

    Gostaria de saber se voçês utilizam o agrocad em suas demandas e se ele está atendendo a todas, é uma pesquisa pessoal sem fins comerciais.

    obrigado.

  2. Avatar José Fonseca Seves Júnior disse:

    Gostaria de adotar o georreferenciamento da

    RAÍZEN

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial