TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Planejamento é estratégia para alavancar a carreira

Postado em: 30/09/2018, às 19:58 por Cleverton Alves

As chances de crescimento na companhia ainda é um dos pontos que mais impactam na escolha de um candidato a uma vaga de emprego em uma empresa, seja multinacional, microempresa ou startup. Tenho me deparado com essa indagação, oriunda de diversos candidatos ao longo de minha trajetória na área de recursos humanos, e  sempre acreditei na premissa de que, na realidade, o plano de carreira – que está diretamente atrelado ao crescimento, tanto de cargo quanto de remuneração –, nada mais é que estar preparado para encarar desafios, assumir responsabilidades e ter uma visão 360° do negócio.

Hoje, principalmente os millennials, buscam um crescimento exponencial e rápido, quase que instantâneo, nas organizações. Essa avidez, muitas vezes confundida com impaciência, é característica dessa geração, que traz, sobretudo, enraizada em sua cultura, aspectos como criatividade, capacidade de inovar e um forte idealismo.

 

Diante desse cenário, cada vez mais as empresas precisam ser claras quanto às chances de crescimento e desenvolvimento. É preciso mostrar que plano de carreira é estar pronto para se aventurar em projetos inovadores, arriscar-se, entregar-se às atividades diárias com empenho e maestria; trabalhar em equipe e saber liderar. Claro que essas habilidades são adquiridas com o tempo, além de uma boa gestão para ensinar e passar conhecimentos adiante; vontade de aprender e perseverança para se destacar.

Outro ponto importante é que a empresa tem um papel significativo na área de recursos humanos, de identificar os potenciais talentos, fazer essa triagem e investir no desenvolvimento dos profissionais. Oferecer subsídios como cursos de idiomas, auxiliar financeiramente uma especialização lato sensu, ou até mesmo um intercâmbio, fazem com que o funcionário fique estimulado e tenha a sensação de pertencimento e de que a empresa se preocupa e se esforça para qualificá-lo.

Por isso, é papel da área de RH observar, olhar seus funcionários, analisar perfis e oferecer o melhor na companhia, de forma a orientar a carreira e, ao mesmo tempo suprir expectativas.

Cleverton Alves, COO – Chief Operations Officer na Service IT.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial