TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Canais digitais representam quase 25% das vendas do Magazine Luiza

Postado em: 22/02/2017, às 08:35 por Redação

O Magazine Luiza, uma das maiores redes de varejo do Brasil, acaba de apresentar à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) seu resultado fiscal de 2016, onde regitra que suas atividade de e-commerce  nos último ano cresceu 32,2%. Com esse índice, os canais digitais do representaram 24% das vendas totais em 2016.

No quarto trimestre, quando ocorreu a melhor Black Friday da história da companhia, a expansão foi de 41%. No mesmo período – entre outubro e dezembro – a participação das vendas digitais no total do faturamento atingiu 26%, um recorde histórico.

Em 2016, o faturamento bruto do Magazine Luiza cresceu 8,3%, atingindo R$ 11,4 bilhões. O lucro líquido totalizou R$ 86,6 milhões, revertendo um prejuízo de R$ 65,6 milhões, registrado um ano antes.

O resultado positivo é fruto da combinação de gestão disciplinada e foco na estratégia digital do Magazine Luiza, que passa pelo processo de transformação de companhia tradicional com uma operação de e-commerce para empresa digital, com pontos físicos e atendimento humano.

O aplicativo de vendas mobile do Magazine Luiza ultrapassou a marca de 4,5 milhões de downloads. Com os incentivos do frete grátis e das compras com um toque, o app ultrapassou o volume de vendas do site da empresa, em datas como Black Friday.

O ano também marcou a entrada do Magazine Luiza no mundo dos marketplaces. Em 2016, a empresa adicionou mais de 80 mil itens (SKUs) de parceiros ao site do Magazine Luiza. Categorias – como pets, jóias, livros, bebidas e alimentos – foram incorporadas. Entre os parceiros do Magazine Luiza no marketplace estão Multi-Ar, Whirlpool, Empório da Cerveja, Toymania e Multishop, entre outros. Em 2017, o marketplace da companhia deve ser significativamente ampliado.

O processo de digitalização envolve as 800 lojas físicas da rede. Em 2016, todos os vendedores usam o aplicativo para smartphone Mobile Vendas, que permite uma redução significativa do tempo de atendimento e oferece à força de vendas informações sobre produtos e clientes. Em cerca de 150 lojas, já é possível fazer pagamentos pelo sistema Mobile Pinpad, que dispensa a ida aos caixas.

As vendas de celulares foram destaque , incentivadas com a introdução do serviço de buy-back, no qual o aparelho usado do cliente serve como parte do pagamento na compra de um novo. Além disso, as lojas ganharam novos serviços digitais como a venda de cartões de conteúdo para plataformas como Netflix, Google Play e para games. O serviço pago Lu Conecta instala aplicativos e configura itens conectados comprados na rede.

No ano passado, o Retira na Loja, sistema que permite que o cliente retire o produto comprado no site ou app seja retirado no ponto físico mais próximo, chegou em 100% das lojas do Magazine Luiza.

Essas tecnologias foram desenvolvidas pelo próprio Magazine Luiza. O Luiza Labs, laboratório de inovação da empresa, conta com mais de 100 engenheiros e especialistas dedicados ao desenvolvimento de soluções como o social commerce Magazine Você, o Clube da Lu, que oferece descontos a clientes cadastrados e a lista de presentes digital Quero de Casamento.

Atualmente, os desenvolvedores do Luiza Labs trabalham em projetos como o atendimento no modelo Chatbot da Lu, personagem símbolo do Magazine Luiza, e em tecnologias de ponta, como internet das coisas.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial